A minha Lista de blogues

terça-feira, 14 de agosto de 2018

A CARRUAGEM

A carruagem da ilusão
conduz a humanidade
por caminhos insólitos,
através do tempo.
Tempo de medidas estreitas
para uma vida inquieta
de andar incessante
pelos dias febris
e noites insones.
É a eterna repetição
da odisséia humana;
o medo compelindo o homem
a buscar ininterruptamente,
uma pista, um signo, uma estrela,
a chave de um porto seguro.
Por fim ao antever
o ponto de equilíbrio,
nas águas do rio da vida,
uma voz se faz ouvir:
é hora e embarcar
no carro da partida.  

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

SENTIMENTOS

Se os sentimentos tivessem cor
a alegria seria azul;
a tristeza roxa;
a saudade marfim;
a esperança talvez lilás;
a inveja, de repente, marrom;
o ciúme, quem sabe, vermelho;
a indiferença, certamente, incolor.

Se os sentimentos tivessem forma
a alegria seria um barquinho
deslizando nas águas da vida.
A tristeza, um marinheiro sem norte,
distante da terra firme.
A saudade, o náufrago esquecido
nos mares do sul.
A esperança..., ah, a esperança...
um pássaro azul.

Se os sentimentos tivessem cheiro...
Se os sentimentos tivessem som...
Mas o dicionário diz que os sentimentos
são abstrações da alma...
Até pode ser... mas eles agem...
e como agem sobre nossa psique!

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

ACOMODAÇÃO

Durante muito tempo,
bebi das fontes sagradas.
Minha crença inabalável
no conhecimento adquirido
retirou-me o desejo
de procurar novas águas.
Eu tinha a certeza
de que tudo estava escrito
na melhor ordem.
A preguiça de buscar novos portos
emperrou-me os músculos.
Acomodado à margem do tempo,
tive medo de cruzar o caminho das pedras.

domingo, 29 de julho de 2018

VERSOS BRANCOS

Quando eu procurava nome
 para as coisas que mexiam comigo
buscava definição para os versos
que encontrava nas folhas impressas.
 Quando soube que o universo
das palavras mágicas
se chamava poesia
me deparei com Iracema
 a virgem dos lábios de mel,
 e ficava procurando as rimas em vão...
Quando me disseram que se tratava
de uma obra de prosa poética,
 eis o espanto...
também soube que havia no rol poético;
métrica, sílabas, rimas, sonetos,
redondilhas,  alexandrinhos,
versos brancos...
Enquanto leitor juvenil
punha em segundo plano
versos destituídos de rimas,
mas quando comecei a escrever
meus versos nervosos,
aderi de imediato
 aos versos brancos.

segunda-feira, 23 de julho de 2018

SEGUNDA-FEIRA, E DAÍ ?

O locutor do canal televisivo
ao fechar a grade matutina
disse com o rosto crispado:
coragem, por que é 2ª feira.

Eu que não me perturbo
com as pseudo-maldições
nem com caras fechadas,
tomei o dito por brincadeira

Digam aquilo que quiserem
Pensem o que for do agrado
e eu serei sempre irredutível:
2ª feira é um estado de espírito.

terça-feira, 17 de julho de 2018

A SANTIDADE AINDA ESTÁ DISTANTE

Quando, há uns quarenta anos,
 parei de beber refrigerante,
disseram-me: não sejas bobo.
Há uns vinte anos, parei de fumar,
falaram: estás com medo da esposa!
Há pouco tempo parei de comer carne.
Então vaticinaram: queres virar santo!

quinta-feira, 12 de julho de 2018

TOMATES

Ia passar na tv "Tomates Verdes Fritos"
- Será que o filme é poético?
Talvez o título original seja outra coisa!
-Ah, de repente o tradutor é poeta.
Falando em poesia, pensamentos encadeados...
Deixei o filme gravando e fui jantar
e o que vejo sobre a mesa:
um tomate. Nem verde. Nem frito.
Mas um lindo tomate maduro,
espargindo o aroma da espécie.
Jantei e o tomate continuou sobre a mesa.
Aprecio, sobremaneira, essas frutas,
mas aquele tomate era belo demais
para ser devorado num jantar!