sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

O PAÍS DOS HOMENS TRANQUILOS

A vocês, meus amigos
que falaram tantas vezes:
não suportamos mais a vida deste país,
queremos ir embora para um lugar melhor,
eu pergunto, o que fizeram ou o que podem fazer
a fim de melhorar a conjuntura geral.

Pois é, eu sei, já tentararm isso
e ficaram com a mesma sensação
de um jogador de bilhar, à mesa de jogo,
diante de uma sinuca de bico.

A notícia de que existe
um mundo ideal,
trás-nos o conforto equivalente
à duração de um relâmpago,
porque ainda não temos acesso
a esse paraíso, além das utopias:
o país dos homens tranquilos.

No país dos homens tranquilos
nãos existem tribunais
nem prisões
nem policiais
e a lei, é uma mera formalidade,
pois praticamente inexistem
demandas.
No país dos homens tranquilos,
as palavras governo, poder e autoridade
ficaram esquecidas no léxico.
No país dos homens tranquilos
não existe vaidade, inveja, cobiça
e a consciência é o parâmetro
das relações interpessoais.

Agora, já ouço vossas vozes:
iremos para o país dos homens tranquilos,
porém, preciso lhes falar de um detalhe,
e diz o adágio: Deus mora nos detalhes;
ainda não estamos aptos à conexão
com o país dos homens tranquilos;
pois não basta apenas sair do país dos homens renegados,
teremos de passar primeiro pelo país dos homens exaltados,
cruzar pelo país dos homens eufóricos,
atravessar o deserto do país dos homens afoitos
para, finalmente, desembarcar no país dos homens tranquilos...

8 comentários:

  1. Recado muito bem dado, meu querido Dilmar!
    Ah, o país dos homens tranquilos...
    Desembarcar lá...
    Sonho, sonho muito com um lugar melhor!
    Ah...
    Adorei os seus versos, amigo, todo ele revestido de fundamento!
    Agrande abraço, poeta!

    ResponderEliminar
  2. Amiga Savia, por muito obrigado por sua visita à minha página.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga Zélia, obrigado por sua visita permanente a este blog. Obrigado pelas palavras estimulantes.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  4. Meu caro amigo Dilmar, gosto muito de seu blog. Mais uma vez, amei os versos.

    "Sonho que se sonha junto é realidade"

    Bjokas

    ResponderEliminar
  5. FÔRÇA TUA,ALÉM DESSA NUESTRA AMISTAD,ME CONFORTA NESSA NOITE ESCURA,QUE EM MIM ,DESABOU,TER AMIGOR,É NUNCA,SÓZINHO ESTAR!

    TE ABRAÇO E TUA FÔRÇA AGRADEÇO

    BEIJO SUAS MÃOS MEU AMIGO!

    VIVA A VIDA

    ResponderEliminar
  6. Olá amiga Kátia, obrigado pela visita e pelo seu carinho.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  7. Olá amigo Ricardo. Obrigado pelo seu carinho.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar