A minha Lista de blogues

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

OS POETAS

Neste dia do poeta, vai esta singela homenagem
aos poetas que reverencio  em primeiro plano.



Quando três poetas famosos
ascenderam ao mundo espiritual,
os mestres dos respectivos artistas
perguntaram o que eles gostariam
de ter feito na terra caso não houvessem
optado pelo mundo das letras.

Jorge Luis Borges respondeu:
gostaria de ter sido ourives
para restaurar com pedras preciosas
a Biblioteca da Alexandria.
Teria revestido com ouro genuíno
o acervo completo da Biblioteca
Nacional de Buenos Aires.
Teria recolhido os vocábulos maltratados
pelas pessoas avessas
ao bom uso da língua
e os lapidados para devolve-los
ao altar do idioma,
porque a palavra é sagrada.

Fernando Pessoa falou:
quisera ter sido um jardineiro
para cantar todas as flores
existentes no mundo,
inclusive aquelas que passam
desapercebidas pelos indivíduos apressados,
e o meu contentamento não teria sido menor
que a alegria de ter poetizado a vida.
Para cuidar das flores
não é necessário criar artifícios
nem dar outro sentido às palavras
além daquele intrínseco às mesmas.
Não é nem mesmo necessário
dar nome às flores.
Também não é necessário filosofia no trato com elas.
Para ler o livro que as flores escrevem na natureza
é preciso apenas ter olhos, olfato, sentimentos
e desapego de toda a vaidade.

Mario Quintana disse:
eu gostaria de ter sido o gestor
de uma biblioteca de sonhos ;
uma casa aberta aos oníricos,
pessoas não compreendidas na terra,
que sonham, solitárias, com medo
de perturbar a vida ordenada
dos indivíduos materialistas
que catalogam como loucura
qualquer atitude não padronizada,
processada pelas pessoas distraídas.
Durante minha vida inteira
fui testemunha ocular
da incompreensão sofrida pelo sonhador;
aaté  questionaram minha sexualidade
- diziam; ah, o Mário não gosta de mulher -
porque eu nunca casei.
Justamente eu, que amava a todas as mulheres,
mas não seria adequado nem recomendável,
que eu entregasse minha vida a uma delas,
pois eu não podia perder a graça das musas,
seres especiais, únicos e caprichosos...
Para completar a questão,
talvez eu não pudesse ter sido outra coisa,
senão aquilo que fui, pois, quem sabe, no fundo,
sonhador e poeta sejam grãos da mesma seara.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

A ESCÓRIA EXISTE, MAS NÃO SOMOS A ESCÓRIA

Em determinados momentos,
cheguei a conjecturar, que
a escória do mundo
está aqui.

Tal acontece, sobretudo, quando
me falam, quando leio
sobre a patifaria
reinante.

Porém,  é um erro pensar assim.
Por certo, há que se separar
as batatas podres
das sadias.

Tal qual um blasfemo incontido
já falei mal deste país,
dizendo: a saída
é o aeroporto.

Apesar do dito e do pensado
o aventado não procede,
porque estamos sobre
um solo  sagrado.

Brasil,  dos bons brasileiros,
não tens culpa
se uma minoria vagabunda
enxovalha teu corpo.






quinta-feira, 12 de outubro de 2017

CRIAÇÕES MENTAIS

Sabe, aquelas pessoas
repetindo a toda a hora,
que vieram a este mundo
para sublimar o sofrimento
Dizem: na loteria do mundo
ficamos com o restolho podre,
estamos condenados à cruz
até o fim da existência.

Ficam lançando negativos
no  etéreo,  regularmente,
através de pensamentos,
de palavras e de atitudes
e essas coisas  geradas
 um dia serão vividas
mesmo que o gestor não queira,
porque toda a criação no astral
será,  com certeza, manifestada.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

A PASSEIO OU A TRABALHO

Não soube o que dizer
quando me perguntaram
se agora, nesta existência,
eu viera  a passeio
ou viera a trabalho.

Durante anos, a pergunta
adormecia e acordava
e eu me abstraia, pensando
e nada concluía.

E você, caro amigo,
cara amiga, sabe
porque
está
aqui?

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

PARECE MENTIRA

Espantei-me com um indivíduo
que jogava pedras nos cães
e tocava água nos gatos
porque estes bichos latiam
e miavam a toda a hora
como se latir e miar
não fosse da natureza
destes animais.

Mas algo mais intrigante
ainda estava por vir:
a queixa de uma senhora
contra o canto dos pássaros
que a acordava pelas manhãs.

Peço a Deus para não encontrar
gente que reclame das crianças
a brincar, distraídas de si mesmas;
do aroma das flores na primavera
e dos sorrisos que houverem no mundo.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

O VENTO

Como se fosse possível
o vento surgir do nada,
ir arrastando as coisas
que estão  no caminho,
como se não houvesse
um elemento gerador
de fenômenos assim,
condutores do medo...

Aconteceu ontem
ao adentrar da noite,
um turbilhão de gases
varrendo a atmosfera,
arremessando a poeira,
sacudindo tudo em volta,
rasgando troncos de  árvores
e nós mudos e impotentes...

O deus-bicho-homem
inventor da bomba H
e de outros brinquedos
venenosos e mortíferos,
que se pensa a cereja
do bolo da criação,
e até pode muita coisa,
mas ajoelha-se à natureza...













quinta-feira, 28 de setembro de 2017

AS PESSOAS SÃO AS PESSOAS, DIZIAM OS MUTANTES LÁ NOS ANOS SESSENTA

Conheci um cara que praticava a pesca
nas águas onde moravam ariscos peixes
Mas a pescaria era apenas um exercício
para aquele ser saborear outros deleites

Certa feita, falou-me que aquele mister
lhe proporcionava a paz da meditação
esperando os peixes  que não vinham
fazia do não agir  sua  linha  de  ação.

Até pensei comigo, esse cara é doido
ou então quer induzir-me à demência,
mas depois deletei a tese  raciocinada:
emendei-me a tempo, é dele a sentença.