quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

A FLOR

Eu amo as flores
por sua pureza e verdade
e pelo encantamento natural
que provoca no espírito humano.

Já tive predileções
por esta ou aquela cor,
por este ou aquele aroma,
mas sempre apreciei a graça
característica de toda espécie.

Mas um dia, eu encontrei
a rainha das flores,
aquela que chamo musa;
flor de brilho especial,
que sintetiza a essência
de todas as flores.

7 comentários:

  1. Oi Dilmar,

    Amo flores tb! adoro ganhar ou me presentear com elas.
    Que bom que encontrou tua musa-flor!

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Olá amiga Fátima, obrigado pela visita. Se não existissem as flores o mundo seria mais triste.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. Ah, Dilmar, as flores...
    Ah...
    As mais variadas cores, as mais variadas fragrâncias...
    E você, felizardo, tem ainda a sua flor exclusiva: a flor musa, a quem devemos tributo, por inspirá-lo neste lindo poema que nos oferece...
    Lindo, lindo, meu amigo, grande poeta!
    Abraço apertado!

    ResponderEliminar
  4. Grande amiga Zélia. Obrigado pela visita e por suas palavras carinhosas.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  5. A mi tambien me encantan las flores, y sobre todo soy una enamorada de las rosas.

    Un bello y tierno poema, con el agradable aroma que desprende el amor.

    Bello es leerte estimado amigo Dilmar.

    Un gran abrazo

    ResponderEliminar