A minha Lista de blogues

domingo, 10 de julho de 2011

NECESSIDADES

Quais são as necessidades básicas do homem?
À priori, é uma questão aparentemente simples,
entretanto, à medida que meditamos sobre o tema,
nascem as polêmicas.

Num primeiro momento parece,
que o alimento atende
à necessidade primordial humana.
Certo, sem alimento ninguém sobrevive,
mas e as necessidades psíquicas?
Pois é.....................

O mundo industrioso
precisou vender seus peixes,
daí a necessidade da propaganda
e dois passos depois,
a lavagem cerebral
e os novos conceitos
indutores de consumo...

O mundo pós-moderno
produz uma parafernália
de coisas supérfluas,
que por consequência
geram necessidades subjetivas,
as quais quando não satisfeitas,
levam, muitas vezes,
à doença, à neurose, ao crime...

17 comentários:

  1. MÉRMÃO, A INTERNET DESPIROCOU,EXTASIADA POR MEU REERGUER,DE PESSOAS GIRASSÓLICAS COMO VOCE, QUE DIGITAM VIDA E TERNURA EM POESIA E PROSA FORMA,FORMA DE VIVER,FORMA DE UNOS SERMOS,CORRE CAMARADA,UM VÍRUS LINDO,APARECEU EM MEU POST ÚLTIMO,SNIF,VÍRUS POETA ,AMIGO MIO QUE ME ESCREVEM,COMO VOCE,FRATELLO DILMAR

    VIVA LA VIDA HUHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

    ResponderEliminar
  2. A AMIZADE,FRATELLO MIO,É UMA IMPERIOSA DE AMOR FORMA E NECESSESSIDADES HUMANAS!

    HUGS
    VIVA LA VIE

    ResponderEliminar
  3. menino Dilmar...

    Desejando semana mega abençoada pra ti e deixando muitas bjks doce ♥...e como o querido ai em cima...és uma pessoa girassolística(néh Rick!!!)
    nem preciso comentar que amo os girassóis!!!
    Quando a mente,o corpo e a alma pedirem necessidades básicas,aprecie um girassol!

    ResponderEliminar
  4. A necessidade básica é o conforto da alma.
    Já pra este mundo louco parece que precisamos de maturidade emocional, tanta gente descontando suas frustações nos outros, é claro. Imputar os próprios erros e medos no lado externo é tão mais fácil...
    beijo

    ResponderEliminar
  5. Por isso faço questão de estar sempre aquí!
    Pois mesmo de forma virtual, estarmos em contato, nos ajuda e nos estimula e continuarmos extravasando nossos sentimentos e opiniões através dos nossos Blogs!
    Dessa forma não caimos na rotina do cotidiano onde a maioria das pessoas se limita a determinadas atividades e maneiras de viver e ver a vida!

    DEVEMOS SEMPRE QUERER MAISSSSSS

    Muito intenso e profundo seu post de hoje!

    Um beijo e uma semana maravilhosaaa!!!

    ResponderEliminar
  6. Olá amigo Dilmar,
    No teu texto me veio a idéia de que, via de regra, temos de pagar um preço, às vezes até alto demais, pelos avanços da tecnologia que assolam nosso mundo "a mil por hora". Por outro lado, há que se ter o bom senso de impor-nos limites necessários para que esta onda não nos pegue desprevenidos. A cada nova invenção, é preciso pensar se o valor da mesma em relação ao que nos é necessário, é valido ou não.
    Uma ótima semana e um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderEliminar
  7. Valores básicos são valores ancestrais, aqueles que nascem na alma e tem sua satisfação nesse mesmo nível. Entretanto, essa vida tecnológica que vivemos, cria em nós "necessidades" e "valores" artificiais. Nos cabe fazer uma introspecção e descobrir nossos verdadeiros anseios e não nos deixar levar pela "globalização" no seu aspecto mais desagradável.
    Beijokas, meu amigo.

    ResponderEliminar
  8. Isso são os avanços da tecnologia. Gostei de seu texto, muito interessante. Voltarei mais vezes, e vou seguindo seu blog. Um Abraço!

    ResponderEliminar
  9. Dilmar querido, bom dia! Eu adorei o comentário teu, lá no blog, muito obrigada, fiquei honrada com tua palavra, me aproximando da poesia e a enchergando nas minhas postagens, que bonito isso!
    Teus textos são puros e refletem muito da alma coletiva, do que vivemos, dos avanços que presenciamos e como nos manter íntegros nessa rapidez que as horas, os movimentos, embarcam, como manter-nos atentos para não nos misturar tanto a ponto de perder a essência, usufruir e não ser usufruto dessa onda gigantesca que mistura tudo e tende a padronizar o que é singular e rico em cada um. beijo grande, parabéns, poeta, pela tua sensibilidade e maestria em transformar vivências em reflexões para um viver melhor, numa era praticamente automatizada, isso é um tesouro, quando alguém nos diz, pára e pensa bem!

    ResponderEliminar
  10. Bem observado, meu caro! Estamos criando uma nova geração consumista de toda espécie de lixo [de apetrechos à essência humana] e me pergunto no que isso vai dar...

    Quanto à temperatura, há uma semana que aqui também está super agradável, com dias de sol e noites bem menos frias. Semana passada, sim, quase virei picolé..rss. O poema é dessa semana anterior, mas só agora o tirei da gaveta :)

    Abração!

    ResponderEliminar
  11. menino Dilmar...
    desejando fds com muitas bjks doce ♥

    ResponderEliminar
  12. Lindo seu blog e suas palavras. Te convido
    para conhecer o meu: www.mariadimaria.blogspot.com
    Um abraço
    Maria di Maria

    ResponderEliminar
  13. Oi, Dilmar!! Adorei seu texto, obrigada pela visita e pelo comentário...
    Bom fim de semana. Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  14. meu bom Dilmar,entre um dourado sol,um domingo de nirvana,sorver filosófica cronica essa tua,é tudo,yes,viver é sim,pura maia

    viva la vida

    ResponderEliminar
  15. Amigas e amigos, muito obrigado por vossas visitas e pelos comentários no meu blog. Um grande abraço a todos vocês. Desejo-vos um bom final de domingo e uma linda semana. Um beijo no coração de vocês.

    ResponderEliminar
  16. Oi Dilmar querido,obrigada a vc pelo carinho, passei para desejar uma semana maravilhosa pra vc, beijo grande!

    ResponderEliminar