terça-feira, 19 de novembro de 2013

SOMOS DOIS EM UM

Hoje,
perto do fim
da curva,
venho agradecer
os serviços
de um velho amigo,
companheiro
de tanto tempo,
tão pouco
valorizado
por mim.

Este fiel escudeiro,
que me conduz
pra todo  lado,
vida afora,
nem sequer
tem ouvido
um "obrigado".

Tenho sido,
nesta existência,
no mais das vezes,
um hospedeiro
pretensioso,
autoritário,
cruel
para com
meu servidor.

Meu condutor
tem suportado
os desmandos,
os deslises,
os excessos;
sem queixas,
sem melindres,
sem mágoas.

14 comentários:

  1. Tive a impressão de que falavas poeticamente de um carro que gosta muito...Ou de um fiel cão...mas não importa, o que importa é que o poema ficou belo.
    Obrigada pela visita ao meu blog.
    Te desejo um feliz inicio de semana e final de ano.
    Um abraço
    Ivany

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Van, falo sobre o corpo, esse nosso condutor pela vida afora.
      Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  2. Amigo Dilmar, lindo demais esse seu poema, pois olhe, acho bom começar a agradecer esse seu "hospedeiro", cuidar mais dele, pois é, se queres que "ele" continue a te conduzir de forma harmoniosa!
    Abraços meu amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, precisamos cuidar bem da nosso vaso corpóreo. Um abração. Tenhas um dia iluminado.

      Eliminar
  3. Caro amigo e poeta Dilmar !!!

    Senti-me honrado com mais uma sua presença
    Em meu blogue, com o seu carinho de sempre.
    Passando para retribuir e deixar o meu abraço.
    Poema interessante, reflexivo, que nos faz ver a
    realidade do ser humano. Seus defeitos e virtudes.
    Parabéns pelo belo texto.
    Um meio de semana maravilhoso é o que desejo
    Para você. Com muita paz, amor e, felicidade em
    Seu coração. Que haja muita luz em seu caminho.
    Beijos de luz !!!

    POETA CIGANO – 20/11/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, amigo Carlos.
      Um abração. Tenhas um dia iluminado.

      Eliminar
  4. Oi Dilmar, precisamos mesmo homenagear esse nosso amigo inseparável que nos conduz pela vida afora. Um dia iremos nos despedir dele, mas nossa alma continuará pelo Universo infinito.
    Abraços e ótima tarde!

    ResponderEliminar
  5. Dilmar, que bela maneira de escrever e agradecer ao corpo que nos condiz.Já escrevi sobre o tema "Corpo ou Prisão". Porém o mais que temos que fazer é apenas agradecer e cuidar desta roupagem que ficará conosco até o fim de nossos dias. Belo texto. Grande abraço!

    ResponderEliminar
  6. Dilmar, sem esse amigo, não evoluiríamos. Bela homenagem. Muita paz!

    ResponderEliminar
  7. Olá amigo Dilmar.
    magnifica maneiro de pensar e expressar
    somos todos muitas vezes relapso esquecemos
    de agradecer de agradecer.
    Deixo a você meu carinho abraços , Evanir.

    ResponderEliminar
  8. Dilmar, é verdade, ele tem suportado muita coisa.Que possamos ter mais cuidado.Tenha lindos dias.Bjs

    ResponderEliminar
  9. Sempre é tempo de se fazer uma reflexão. E o agradecimento é muito belo. Costumamos não pensar sobre o assunto, mas cuidar dele é uma forma de gratidão. Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Uma poesia muito bela,falando
    sobre seu corpo Dilmar!
    Não conhecia seu blog e parabenizo pelo conteúdo e a superação
    da perda de um filho.Não deve ser fácil,mas a vida continua e quem sabe um dia haverá um reencontro.
    Abraços.
    Carmen Lúcia-mamymilu.

    ResponderEliminar
  11. Pois é............espero que esse condutor não se rebele tão sedo com o conduzido, precisamos estar junto ainda muito tempo

    ResponderEliminar