terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

VAMOS SORRIR!

Sisudo pela rua
eu, ontem, ia
remoendo dissabores...

Contabilizando fracassos,
com os olhos rentes
à poeira da via pública.

Na tarde sombria,
à medida que eu andava,
praguejava
pela ausência do sol...

Ao passar pela frente
de uma placa avisando:
sorria, você está sendo filmado,
irritei-me, chutei as pedras,
vociferei: gente besta!

Caminhando sem rumo,
quase enfartei
ao ser carimbado
pela caca dos pássaros
festeiros, sobre a ramada das árvores
que cobriam a calçada,
como se fosse primavera...

Eu xingava à revelia
as aves e o mundo
quando um um homem velho,
jeito de desocupado,
me olhava e emitia
um sorriso de paz.

Atordoado e sem jeito
perguntei ao velhinho,
qual era a graça;
então, ele lançou-me um olhar
de quem veio de um planeta de fora do tempo;
pediu-me calma, muita calma,
depois abriu uma pequena mochila
que trazia agregada às costas
e retirou de dentro um pacote de alpiste,
jogou o conteudo sobre o chão,
e minutos depois, os pássaros
desceram das árvores
e cobriram a calçada
numa enorme folia.

Diante daquele espetáculo,
acabei sorrindo
e falei com o ancião
de maneira tão leve,
uma conduta que eu havia esquecido
há muito tempo
Impressionado com aquilo,
quis saber o que estava acontecendo
e o velho sempre sorrindo, me disse:
vez por outra é necessário
despertar a criança adormecida
que vive no nosso interior,
pois ela quer brincar...

16 comentários:

  1. Lindo! Gestos simples fazem o coração voltar mesmo a ser criança. Amei!
    Meu amigo Dilmar tomei a liberdade de colocar um link de seu blog no meu. Espero que vc não se importe.
    Gosto tanto deste seu cantinho que tive vontade de compartilhar com meus seguidores e amigos.
    Ah... Espero uma visita sua! rsrs
    Fica com Deus! Bjssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  2. Dilmar, Dilmar, que coisa mais linda!
    Como é bom quando a resposta nos chega, assim, na hora!
    É Deus falando com a gente.
    Identifique-me demais com seu lindo poema porque tenho me surpreendido, algumas vezes, com um humor que parece não ser o meu...
    Coisa da idade, talvez...
    Não sei bem.
    Só sei que o seu poema, além de lindo, é ainda didático!
    Enorme abraço, meu querido amigo, grande poeta!

    ResponderEliminar
  3. Deus disse...
    A nossa alegria supera nossa tristeza, nosso consolo supera nossa dor, nossa fé supera nossa dúvida, nossa esperança supera nosso desespero, nosso entusiasmo supera nosso desânimo, nosso sucesso supera nosso fracasso, nossa coragem supera nosso medo, nossa força supera nossa fraqueza, nossa perseverança supera nossa inconstância, nossa paz supera nossa guerra, nossa luz supera nossa escuridão, nossa voz supera nosso silêncio, nossa paciência supera nossa impaciência, nosso descanso supera nosso cansaço, nosso conhecimento supera nossa ignorância, nossa sabedoria supera nossa tolice, nossa vitória supera nossa derrota, nossa ação supera nosso tédio, nosso ganho supera nossa perda, nossa resistência supera nossa fragilidade, nosso sorriso supera nosso choro, nossa gratidão supera nossa ingradidão, nossa riqueza supera nossa pobreza, nosso sonho supera nossa realidade... Nosso amor a Deus, ao próximo, à vida, nos faz superar tudo! (Pr. Edilson Ram)Uma semana de vitórias Deus é com tigo creia! TENHO UM BLOG GOSTARIA DE TI CONVIDAR SEGUIR O ENDEREÇO É:http://SNSDEUS.BLOGSPOTFICA COM NOSSO PAPAI já estou te seguindo te encontrei através de uma amiga,post teu comentario vai ser uma benção prs seguidores e visitantes uma semana com muita sorte de benção!!!

    ResponderEliminar
  4. Confesso que em muitos momentos não é nada fácil deixar a alegria vencer a tristeza, mas temos que tentar, não é?

    Abraços e ótima tarde.

    ResponderEliminar
  5. Legal, a alegria é um estado de espírito. Mas é preciso estar aberto para deixar ele se manifestar.

    Boa poesia,

    ResponderEliminar
  6. Olá amiga Katia. Obrigado pela pela e obrigado pelo comentário. Fico felix por teres copiado o link. Já estou te seguindo e me tornarei visitante do teu blog.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  7. Oi Fátima. Obrigado pela visita. Volte sempre. Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  8. Oi querida Zélia. Tua visita sempre me faz um grande bem. Torço de coração para que tu entres numa faixa mais zen, sei que nem sempre é possível, mas...
    Obrigado por tudo, amiga.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  9. Olá Sonhos. Obrigado pela visita. Obrigado pelos comentários. Estou te seguindo. Volte sempre.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga Elaine. Obrigado pela visita. Volte sempre. Um abraço.

    ResponderEliminar
  11. Olá amiga Malu. Obrigado pela visita. Volte sempre. Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  12. Olá Amigo Portuga!

    É sempre um prazer ler-te, e obrigada pela tua visita, não leves a mal não comentar muito, mas de facto ando um pouco preguiçosa para escrever, mas venho sempre ver as novidades.

    Bjinhos e um bom e descansado fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Dilmar,

    Que coisa mais linda!
    No meu caso, acho que os papéis são invertidos, a criança é que desperta o adulto pra levar a vida mais a sério.
    Bj e linda semana

    ResponderEliminar
  14. Caro Dilmar Gomes voce foi indicado pela Ana Amorim para ser entrevistado no meu blog chamado www.mundo-doscomentarios.blogspot.com e gostaria de saber se estaria interessado em participar? quais quer duvidas entre no meu blog no marcador teia de blogs.Grato Adiministrador.

    ResponderEliminar