domingo, 16 de outubro de 2011

SAUDADE

Saudade, vocábulo
pronunciado entre suspiros,
sau-da-de.
Ah, saudade!

Saudade,
palavra especial
da língua portuguesa
que às vezes transcende
o próprio sentido.

Ainda que
pensadores, filósofos, filólogos
vasculhem teorias, teses, axiomas,
nada saberão de saudade,
porque ninguém a conhecerá de fato
se não experimentá-la na carne!

22 comentários:

  1. Saudade, só mesmo quem já passou por ela, quem já a chorou, quem já dormiu com ela, a consegue definir!...
    Abrç

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga Ana Costa, acho mais, acho até que não se define, a gente a sente.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  3. Privilégio nosso.

    Apenas na Língua, claro.

    ;)

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Saudade um belo sinal de que o amor não termina!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  5. Que lindo poema Dilmar, eu já estava com saudades de vir aqui, grande abraço, uma linda semana prá vc.

    ResponderEliminar
  6. A saudade é um sentimento inexplicável, mas às vezes, é o único elo que fica com o ser amado; por isso há quem a cultive e não abra mão dela.
    Vc escreve muito bem e sempre com imensa sensibilidade.
    Beijokas e uma linda semana.

    ResponderEliminar
  7. Querido Dilmar,
    Saudade, sublime sentimento, só quem ama realmente pode senti-la.
    Amigo, conhecemos bem essa dor chamada Saudade!
    Lindo!!!
    Feliz e abençoada semana!
    Beijos no coração.

    ResponderEliminar
  8. Verdade Dilmar, saudade só se sabe quando se sente,não tem como explicar.
    Lindos versos, beijos no coração!

    ResponderEliminar
  9. olá Dilmar
    lindo poema,já estava com saudade de você, bjs amigo.

    ResponderEliminar
  10. Só sente saudade quem um dia viveu intensamente, por algo ou alguém, não é verdade? Ela é tão especial que só existe, de fato, em nosso dicionário. Não é lindo isso? Boa semana, amigo, abraço afetuoso.

    ResponderEliminar
  11. É, Dilmar, acho que algumas saudades são mais saudosas que outras... algumas mais doces, outras mais penosas, muitas carinhosas, algumas não ditas, outras ainda divertidas... e há a grande saudade, que é a saudade que reúne todas as demais... que é aquela personificada em alguém amado que se foi.
    Linda postagem! Fique bem!
    Beijos e boa semana!

    ResponderEliminar
  12. Olá amiga Luna, exatamente, privilégio linguístico.
    Um abração. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  13. Amigo Machado de Carlos, o amor é imortal.
    Um abração. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  14. Amiga Eva, obrigado pelas palavras carinhosas.
    Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  15. Amiga Lua Nova, obrigado pela visita e obrigado pelas palavras tão carinhosas.
    Um abração. Volte sempre. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  16. Amiga Ilca, é, nós conhecemos a dor da saudade eterna!
    Um abração. Volte sempre. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  17. Amiga Isa, tuas palavras subscrevem o meu poema.
    Obrigado. Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  18. Amiga Lúcia, eu também estava saudoso de ti.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  19. Amiga Milla, obrigado pela visita e obrigado pelas palavras muito bem colocadas.
    Um abração. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  20. Amiga Lú, obrigado pelo comentário consistente.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  21. É um sentimento só entendido, realmente, por quem o viveu. A palavra, por si, nada diz. É uma entre as muitas de nosso rico idioma.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  22. Oi amigo, saudade de você...
    Passei pra te deixar um texto propício ao dia de hoje:

    O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela." Fernando Pessoa
    Por isso, viva, viva intensamente!!!

    beijos... bom feriado!

    ResponderEliminar