segunda-feira, 21 de novembro de 2011

CONVULSÕES INTERIORES

Antes de virmos para cá,
cataclismos de proporções gigantescas,
confusão dos elementos terra, água e fogo
e fenômenos de toda ordem
convulsionaram o planeta
durante milhões de anos.

Pouco a pouco,
as energias que atuavam
com extrema violência
foram se estabilizando
até surgir as condições mínimas
de suporte à vida.

Excetuando alguns eventos
definidos e localizados em lugares específicos
constata-se que a terra passa
por um período
de relativa estabilidade.
Aquelas convulsões primárias
da noite dos tempos
foram transferidas
para dentro do homem.
E o navegante, na travessia do mar da vida,
sofre as consequências dos temporais interiores.
Enquanto essas forças instáveis
que estão agindo no  nosso âmago
não serenarem por completo
não encontraremos a felicidade.

42 comentários:

  1. Quanta verdade no que escreveu meu amigo,nossos temporais interiores as vezes são avassaladores,e se não soubermos lidar com eles estamos em maus lençóis rsss
    Tempestades e turbulências estão a todo momento nos lembrando do quanto temos ainda a fazer...
    Beijos e uma excelente semana pa ti!

    ResponderEliminar
  2. Tempestades que nos tiram o sono.
    Um grande bj querido amigo

    ResponderEliminar
  3. é bem verdade…mas a felicidade é serena...

    ResponderEliminar
  4. São mesmo gigantescas as forças que atuam em nosso eu, tantas e tantas vezes fazendo-nos revolver as crostas de dúvidas ou de certezas... Que algum dia pairem em nós a calmaria.

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde meu amigo!
    Vamos acreditar sempre que esse planeta será sempre para inspirações e provas...
    bjsssssssssss

    ResponderEliminar
  6. Chovo sempre, Dilmar, só sei ser assim.

    Beijos, moço.

    ResponderEliminar
  7. Boa Noite Amigo Querido.
    As tempestades da vida nos tira o sonho
    e muitos vezes ficamos inquietos por não saber esperar os dias melhores.
    Linda semana amigo querido.
    Bjs e beijos .
    Evanir

    ResponderEliminar
  8. Caramba Dilmar, que aula amigo!!!! E que talento para nos mostrar que planeta e nós somos uma coisa só. Nunca tinha pensado nisso! Babei!!!
    Fica com Deus querido!!!
    Beijão

    ResponderEliminar
  9. Tem razão amigo, enquanto o homem não se desfizer de todas as tempestades contidas no seu coração, enquanto o seu espírito não serenar, a terra não pode entrar no ciclo da paz, do amor e da harmonia...
    Ternurenta a maneira poética como você pôs os males do mundo...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  10. Amiga Isa, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário consistente.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  11. Amiga Gisa, obrigado pela visita.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  12. Amiga Maggie May, obrigado pela visita.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  13. Amiga Janaina, necessitamos dessa calmaria.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  14. Amiga Severa, realmente , nosso planeta é um local de provas, mas apesar dos pesares, estamos evoluindo.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  15. Amiga Luna, acho que te vi na rua, pelo menos fiquei com este sentimento.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  16. Amiga Fatima, obrigado pela visita.
    Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  17. Amiga Evanir, essas tempestades, muitas vezes, nos maltratam, menos mal que ela não eternas.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  18. Amiga Elzinha, muito obrigado pela visita . Agradeço de coração pelas palavras motivadoras e pelo carinho para comigo.
    Um abração. Tenhas uma semana maravilhosa.

    ResponderEliminar
  19. Amiga ana costa, muito obrigado pelo teu comentário consistente e obrigado palavras amigas.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  20. Quando comecei a ler seu poema, eu me lembrei do filme ÁRVORE DA VIDA. A natureza sofre suas intempéries , mas é construída e reconstruída, por si só. Nós, ao passarmos por essa turbulência, temos que possuir sabedoria, para não sucumbir.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  21. Pelas mão do Calmon acabei aqui, e que privilégio conhecer um blog assim...hoje tirei a trade para tomar meu chá e visitar amigos, então os ventos me trouxeram com suavidade pra cá.Ja vasculhei os baús, e li seu coração nas entrelinha adorei, por isso aqui te leio, aqui te sigo, e persigo sempre que for possível.
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  22. Amiga Marilene, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário pertinente.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  23. Hana, bemvinda ao meu humilde espaço. Volte sempre que desejar, pois este blog pertence aos amigos.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  24. Bom dia Dilmar! Aprendemos com as dificuldades e crescemos com os desáfios! Linda mensagem!
    "Enquanto essas forças instáveis
    que estão agindo no nosso âmago
    não serenarem por completo
    não encontraremos a felicidade."
    Acredito nisso!
    Obrigada pela visita e comentário! Abraço e luz na tua vida!

    ResponderEliminar
  25. Que lindo Dilmar, desejo um bom dia para você, obrigada pela participação lá no blog, uma boa semana, amigo!

    ResponderEliminar
  26. É VERDADE AS CATÁSTROFES INTERIORES, OS ABALOS, OS VULCÕES....A CHAMADA TERRA CORAÇÃO. E SÓ DE PENSAR QUANTAS TRANSFORMAÇÕES ESSE MUNDO SOFREU PARA ESTARMOS AQUI HOJE, DEVERÍAMOS SER FELIZES COM O QUE JÁ POSSUÍMOS E NÃO VIVER NESSA INCONSTÂNCIA...As vezes me pergunto porque somos assim tão insaciáveis, e acho a resposta imediata porque estamos em constante desenvolvimento. bjos.

    ResponderEliminar
  27. Também gostei muito do comentário do Edu que nos edifica a cada dia. Obrigada pela sua visita. Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  28. Nyce, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário. Que bom que tu gostaste.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  29. Amiga Eva, obrigado pelas tuas visitas constantes neste meu humilde espaço.
    Um abração. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar
  30. Obrigado pelas visitas e obrigado pelos comentários. Nem sempre a gente consegue visitar os amigos todos os dias, às vezes falta tempo.
    Um abração. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar
  31. Aqui, na última resposta, faltou eu por o teu nome, amiga Simone Prado. Mil perdões.
    Abração, querida!

    ResponderEliminar
  32. Oi Dilmar,

    Muito bem observado e bem descrito.
    Vivo em convulsões interiores..rs,

    Beijo meu

    ResponderEliminar
  33. Amiga Fátima, obrigado pela visita. Acho que todos nós, em maior ou menor grau, passamos por convulsões.
    Um abração. Tenhas uma linda noite.

    ResponderEliminar
  34. Dilmar
    Agradeço a visita ao DMulheres!
    A maior transformação vem de dentro!Convulsões internas, sempre!
    Abraços
    http://blogdmulheres.blogspot.com

    ResponderEliminar
  35. Você está sempre presente e isso me faz feliz. Obrigada!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  36. deixo com um beijinho

    Cirianças

    Crianças lindas...
    Crianças sozinhas...
    Sem pai nem mãe...
    Sem nada...
    Crescem ao abandono...
    Ao frio e à chuva...
    Com fome e sem escola...
    Sem saber o que é o mundo...
    E,nós sabemos que elas existem...
    E continuamos a sofrer...
    Continuamos a lastimar...
    Mas continuamos...
    Sem nada fazer!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  37. Bom Dia!
    Amigo Dilmar.
    Muito bem colocado esta poesia,há milhõs de anos o planeta Terra surgiu,dando a humanidade todo os bens preciosos,á agua,o sol,a chuva e todos seres vivos da natureza que é uma dádiva,mas com o passar doas anos,com a tecnologia,globalização,e a ambição sem limites,o proprio homem destabilizou o planeta,e atualmente o homem sofre com os temporais interiores,não encontrando a FELICIDADE.Amigo quando vc puder passa lá no meu blog,pois deixei um mimo De Natal para todos os amigos.Pode pegar os dois,caso vc gostar.Tenha um iluminado final de semana.Abraços com carinho.Nati

    ResponderEliminar
  38. Sheyla, obrigado pela visita.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  39. Amiga Mariilene, não precisa agradecer. É um prazer visitar os amigos.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  40. Amiga Lili, obrigado pela visita e obrigado por grafares teu poema neste espaço.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  41. Amiga Nati, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário consistente. Podes aguardar-me , pois passarei com prazer no teu blog.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar