A minha Lista de blogues

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

RAMERAME

Estamos acorrentados
à trivialidade diária.
Dependentes formalizados
da banalidade cotidiana,
imersos em um sistema estagnado,
não conseguimos redirecionar
nosso modus vivendi...                      

Presos às concepções arraigadas,
não recuamos um milímetro
do script gravado em nosso cérebro.
Provavelmente morreremos repetindo
antigos passos da senhora rotina...

Todos os dias, ritualisticamente,
vestimos as mesmas roupas,
andamos pelas mesmas ruas,
repetimos o mesmo discurso
às pessoas à nossa volta.
Lemos as mesmas notícias,
plugamos os mesmos canais,
dormimos nas mesmas camas...

Até que um dia vamos perceber,
que esquecemos de viver aqueles projetos
gerados durante a juventude,
que os sonhos dourados  amarelaram,
que a nossa vontade amoleceu
e o novo parece um filme de ficção científica...








51 comentários:

  1. Ser capaz de ver com clareza o que a vida faz de nós, é já uma forma saudável de ser diferente.

    A rotina queima tudo, como geada na horta.


    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lídia, obrigado pelo comentário.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Amiga, obrigado pela visita.
      Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  3. Acho que não vai ser: o uso da mesma roupa,
    o caminhar na mesma rua,
    a leitura do mesmo texto,
    o deitar na mesma cama,
    ver e ouvir o mesmo canal de TV,
    que vai fazer a rotina no mundo de uma pessoa.
    A rotina acontece quando a criatividade não
    caminha em passos novadores.
    Com o tempo os valores mudam, como disse você "os sonhos dourados amarelaram".
    Acho que fui clara! rsrsrsrs
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foste clara, amiga. Obrigado pelo comentário.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  4. O problema não é somente caminhar pela mesma rua, ler o mesmo texto... fazer da sua vida uma rotina monotona... isso até faz parte do ser humano, o que não pode acontecer e permitir é que tudo seja mecânico e ele esquece de sorrir, de dar um abraço no filho, de beijar a esposa...de dizer Bom dia pro padeiro, pro jornaleiro...
    a rotina faz tanto parte dele que ele esqueceu que existe sentimentos e sentidos...
    é preciso inovar, renovar, alertar seus passos paa qaue não fiquem amarelados e depois acabam ficando roxo...

    esquecido... e dai... é tarde demais, nem a rotina ele terá mais...

    precisamos ser criativo...
    Abraços
    Giovanna

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeitamente, amiga Giovanna. Usaste as palavras certas neste comentário.
      Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  5. Olá, sou um autor; em visita ao blog do José Maria conheci o seu e, digo-lhe de passagem, gostei muito do blog, tanto que já sou seu seguidor. Dê-me a honra e visitei o meu! Quem sabe, minhas obras lhe agradem!
    Um abraço,
    J.R.Viviani
    http://vendedordeilusao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Não podemos nunca deixar morrer nossos sonhos. Obrigada pela visita!
    Um abraço, Mari.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Mari, alguém já que os sonhos são as vitaminas do espírito.
      Um abração.

      Eliminar
  7. É, poeta , esse teu olhar pra fora , acabou por gerar um olhar "pra dentro", como convém a todos os que já se sentem despertos pela claridade de uma nova aurora. Muito bom poema...Bom demais!

    Beijos da Lu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Centelha, obrigado pelo teu comentário.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  8. boa noite meu amigo !
    Sempre bom quando posso vim aqui,pois teu poetar me dar uma sensação de plenitude...
    bjsssssssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Severa, obrigado pelas palavras generosas.
      Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  9. Genial.
    Preciso ler mais alguma vezes pra ver se incuto a verdade existente.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Nossa muito bom,
    vivemos numa sociedade onde a repetição seja ela da mesma fisionomia ou dos mesmos atos é uma constante.

    e obrigado por gostar das postagens de moda lá do blog.,
    um bom dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amigo Andy.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  11. Olá amigo. Isso me remeteu a um texto de Rubem Alves, que fala o seguinte: "Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver do que já tive até agora....Tenho muito mais passado do que futuro... Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de jabuticabas... As primeiras, ele chupou displicentemente...Mas, percebendo que faltam poucas, rói o caroço...
    Já não tenho tempo para lidar com mediocridades... Inquieto-me com os invejosos tentando destruir quem eles admiram.Cobiçando seus lugares, talento e sorte...Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas. As pessoas não debatem conteúdo, apenas rótulos...Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos...Quero a essência... Minha alma tem pressa...
    Sem muitas jabuticabas na bacia quero viver ao lado de gente humana...muito humana...Que não foge de sua mortalidade.
    Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade..."
    Grande abraço.
    Rubem Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Amiga Maria Rezende.
      Preciso ler o Rubem. Gostei do trecho transcrito aqui.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  12. "...Acorrentados a trivialidades"
    beijos

    ResponderEliminar
  13. o pior que podemos ter na vida são as rotinas elas acabam com a felicidade de viver,cabe-nos a nós estarmos despertos para essa situação e mudar as circunstancias
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Multi, eu acho que a acomodação vai retirando a energia do indivíduo até o ponto de o mundo parecer uma coisa sem graça.
      Um abração.

      Eliminar
  14. Você tem razão, querido amigo Dilmar. Vivemos numa mesmice de matar! Beijo no coração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portanto amiga Shirley, precisamos nos reinventar.
      Um abração.
      Tenhas um dia lindo e novo!

      Eliminar
  15. Post reflexivo e muito estimulante para quem vive mesmo assim como seus versos dizem, mas eu meu amigo, eu vivo sempre renovando algo em minha vida, ah se vivo, meu marido e eu vivemos nossas vidas de forma até bem divertida!
    Temos praticamente duas casas e dividimos o tempo semanal entre as duas, para poder desfrutar melhor a vida depois de criar e casar nossos filhos!!!
    Abraços meu amigo!
    Ivone

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha amiga, sei que tu tens uma maneira criativa de viver a vida, porque no fundo também tudo depende do nível espiritual de cada um.

      Eliminar
  16. Será o paradoxo do sonho sendo frito na panela em que a vida nos serve e enche de feijão cotidiano? Grato por esta bela obra reflexiva e pela consideração de sempre..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas no fundo é um paradoxo mesmo , eu acho.
      Um abração. Obrigado pela visita.

      Eliminar
  17. É amigo, ela escolheu a roupa errada e a calcinha errada tb
    rs...

    boa noite

    ResponderEliminar
  18. Ah!Os terríveis conformismo e acomodação! Até quando estaremos vinculados a eles? Muita paz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Denise.
      Um abração. Tenhas um lindo feriadão.

      Eliminar
  19. Olá amigo Dilmar,
    A rotina e a mesmice de sempre nos enfastiam , deixando-nos muito
    acomodados. Infelizmente, para queles que vivem nesse clima, parece não haver saída.
    Talvez a solução fosse abrir-nos mais para o que ocorre à nossa volta e maravilhar-nos com as obras que a natureza nos apresenta, a cada dia.
    Quero convidá-lo a conhecer meu novo blog, o RECANTO DA POESIA,
    onde publico meus trabalhos literários. Ficarei muito feliz com sua presença por lá. Espero que gostes.
    Um ótimo final de semana para você, amigo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, com certeza te seguirei no RECANTO.
      Um abração. Tenhas um lindo feriadão.

      Eliminar
  20. É bem assim a vida, como diz Lulu Santos, e assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Jeanne.
      Tua visita deixa-me feliz.
      Um abração.

      Eliminar
  21. As vezes as perguntas não se tem respostas dentro de nós.

    Andamos como robôs na mesmice de nossas vidas, agindo sempre da mesma forma já premeditada, cansados, as vezes oprimidos em nossas angústias interiores, falando de sonhos e nada fazemos para realizá-los por que quando tentamos encontramos dificuldades e muitas vezes desistimos por deixar pra lá para pouparmos de aborrecimentos e atitudes que na altura da vida já não fazem sentido. Obrigada migo por sua amizade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Simone, obrigado pela visita e pelo comentário.
      Um abração.

      Eliminar
  22. Nossa Dilmar é verdade como estamos vivendo numa mesmice e pior aceitando e se conformando com as coisas, precisamos mudar!!! Será que não se faz mais épocas de questionadores,de inovadores ? Gr beijo, bom feriado.

    ResponderEliminar
  23. Bom domingo de carnaval..
    aproveite o domingo.

    ResponderEliminar