A minha Lista de blogues

terça-feira, 8 de maio de 2012

DESVIOS

Procuramos, sempre, de qualquer maneira
justificar nossos desvios de conduta
através de velhos expedientes
para várias atitudes condenáveis.

Quando o meliante rouba
ou prática pequenos delitos
dizemos que o "pobre coitado"
é apenas mais um excluído
de uma sociedade injusta
que   penaliza os menos  capacitados.

Quando o policial que deveria
cuidar da ordem pública
abusa, mata, extorque
atenuamos essas atitudes
sob o frágil argumento
de que a categoria  é mal paga
como se o bom caráter
tivesse um preço de custo.

Acostumados com a canalhice diária,
hoje, encaramos com naturalidade
os sofismas jogados no ar
  pelos arautos da República das maracutaias.
Dentro desse quadro maquiavélico
estamos anestesiados, há muito tempo,
pelos efeitos do sistema corruptivo,
mas sempre há quem diga
que o povo é o culpado pela situação caótica
porque não sabe votar corretamente

 

34 comentários:

  1. Dilmar, é correto sua posição nesse poema, é mesmo de se ter coragem em escrever essas verdades, pois podes crer que sempre há e haverá quem vai dizer que "a sociedade é que é a culpada",pois é meu amigo, eu faço parte da sociedade e creio que assim como você eu não me sinto culpada de nada!
    Abraços meu amigo, esse seu poema dá mesmo muito o que falar ou escrever!
    Ivone

    ResponderEliminar
  2. Obrigado amiga Ivone. Bom ter esse discernimento de não sentir culpa pelos atos alheios.
    Um abração, amiga. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  3. Acho que se ganha pouco é para procurar outro emprego.
    Fazer outro curso. Tem outras alternativas que não necessite roubar.Uns roubam por gosto, outros para alimentar o vício de roubar e ou das drogas. Acho que a maioria rouba para ser o tal.
    Ladrão, traficante, políticos e tudo quanto não presta neste país ganha logo notoriedade.
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Janice. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  4. Verdade, é o povo quem escolhe seus governantes e depois sofre suas consequencias por não serem criteriosos
    bjs
    juliana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Juliana. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  5. Do sul do Brasil, seu abraço recebi
    Aqui de Portugal agradeço e retribuo
    Sem desvios, seu lindo poema eu li
    Não gostei de policial que comete abuso!

    Boa terça-feira, para você meu amigo Dilmar Gomes,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é amigo Eduardo, nenhum tipo de abuso agrada.
      Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  6. Somos nós quem escolhemos, tudo.
    Gosto muito da forma critica com que você se inspira...

    Uma linda terça, forte abraço.
    Tati.

    Att.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Tatiane. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  7. Andamos a pensar todos dentro de um certo paradigma, como se o nosso cérebro fosse pré-formatado por entidades manipuladoras e interesseiras.

    Os temas que aborda revestem-se sempre de uma enorme pertinência e atualidade.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Lídia. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  8. Amigo Dilmar, muito obrigada pela visita e comentário! Aproveitei o tempo hoje e li algumas postagens...não poderei comentar todas (gostaria),mas essa "desvios" é uma alerta e nos chama atenção para atitudes que podemos evitar...
    "...mas sempre há quem diga
    que o povo é o culpado pela situação caótica
    porque não sabe votar corretamente..."

    Uma semana abençoada! Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um abração amiga Nyce. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  9. Os maiores desvios são dos nossos olhos mediante a tantas negligências e ainda sim fazemos escolhas erradas..como marionetes nas mãos dos que se acham como o total poder...

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, muitas vezes, qualquer opção que se faça será sempre errada, pois o sistema está viciado.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  10. Olá!!! é um prazer inorme estar aqui em seu blog adorei!!!!
    Aprovento a oportunidade para convidar a visitar meu blog:
    Já estou lhe seguindo e ficaria muito feliz se vc me seguisse também.

    http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Cigana. Com certeza te seguirei.
      Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  11. Dilmar,admirável teu texto, resume toda problemática da flexibilidade das leis para alguns,da filosofia do coitadismo,somos responsáveis e só nós pelos nossos atos, eles nos formam, cadê o amor próprio desse país, qual a face que quer perpetuar? espero que o aprendizado não nos faça assumir identidades pouco respeitosas e que não percamos de vez o rumo do verdadeiro rosto dessa nação. Acordemos o quanto antes, pelo nosso próprio bem e valor. abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Eva, obrigado pelo comentário consistente.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  12. Que poesia envolvente!
    Sentimos a sensação iminente de um vazio, de um vácuo a se formar pela possibilidade do pressentido temor que se aproxima... o temor de nao se ter em quem votar.

    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Margot. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  13. Quando o poema denuncia
    reflete um situação social
    não é um puro lirismo
    do coração
    é uma foice desenhando
    a revolução
    é quando a poesia
    quase muda
    muda nossos corações

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo poeta, obrigado pelo comentário poético.
      Um abraço. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  14. Tem outras saídas, o brasileiro sempre vai pelo caminho mais curto.
    Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  15. Prezado amigo
    Real seu poema.
    Nós colhemos todo aquilo que plantamos, ou seja escolhemos!
    Mas em quem podemos confiar, para que possa transformar a vida melhor para todos os que sofrem pelo sistema do país!
    quem é o culpado na realidade?
    eu não sei. Eu só sei que, se vivêssemos mais em beneficio do outro, nossa vida seria diferente.
    Todos nós temos a responsabilidade na transformação do amanha coberto pelo realização do Bem Comum!
    Carinho gostaria de agradecer a sua amável presença lá no meu recanto!
    Abraço fraterno
    uma bos semana!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  16. Amiga Alice , mataste a charada: pensar mais no outro e menos no nosso ego. Essa é a grande mudança necessária.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  17. Nessa visita eu deixo
    Uma boa tarde
    Um abraço carinhoso
    E meus parabéns pelas postagem
    que Agrada aos olhos
    E nos deixa feliz o dia todo
    Bjussss Rita!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Rita. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  18. Passando para deixar um abraço
    Carinhoso e lendo o que de melhor
    Por isso Parabenizo sempre.
    Tem aqui um blog que tem tudo que é bom.
    Abraços de um dia feliz



    Que vc seja abençoada com o sal,com o pão e com o ouro !!!

    Optchá!

    ResponderEliminar
  19. Obrigado amiga, pelas palavras carinhosas. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  20. Educação de qualidade!!! Falta a esse país educação de qualidade que é a única coisa que salva um povo de suas próprias mazelas. Todo governo vem do povo e se esse povo não é educado de forma a transformar-se num conjunto homogêneo de cidadãos, serão sempre massa de manobra os que não sobem ao poder e manipuladores corruptos e inconscientes os que chegam lá.
    Somos responsáveis sim e não há como negar isso.
    Seu texto pertinente suscita discussões e enseja um bom debate.
    Beijokas e meu carinho.

    ResponderEliminar
  21. Acostumados com a canalhice diária,

    Sera que acostumamos ou não temos a força suficiente para mostrar ao povo que nada sabe e acha tudo muito bom?

    precisamos falar mais mostrar mais . O caminho é dificil e temos que falar.
    Saudações poeticas

    ResponderEliminar