terça-feira, 11 de setembro de 2012

COMODISMO

Ainda me lembro
daquela manhã
encravada no tempo,
em que ouvi o ancião
falar com entusiasmo:
ninguém nasce sabendo,
o aprendizado acontece
à medida que uma geração
transmite à outra,
o saber armazenado
no saco de bagagem.
Ouçam a história
e pratiquem as lições.
Essas palavras não foram retiradas do vazio,
mas corroboradas pela minha trajetória
..............................................................
Durante muito tempo,
bebi das fontes sagradas.
Minha crença inabalável
no conhecimento adquirido
retirou-me o desejo
de procurar novas águas.
Eu tinha a certeza
de que tudo estava escrito
na melhor ordem.
A preguiça de buscar novos portos
emperrou-me os músculos.
Acomodado à margem do tempo,
tive medo de cruzar o caminho das pedras.

17 comentários:

  1. É verdade, muitas vezes acomodamos na ilusão de que muito sabemos ou que, o que sabemos basta.
    Um beijo Dilmar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Elzinha, obrigado pela visita. Acomodação , eis um problema sério. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  2. Algo que se vai perdendo na civilização ocidental, dramaticamente. O respeito pelos velhos, pela sua sabedoria que não se ensina nos meios académicos. Mas as novas gerações não valorizam o saber da vida e por isso se vão dando mal.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, amiga Lídia, a sociedade atual não leva o velho a sério. Obrigado pela visita. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  3. Olá amigo Dilmar,gostei do texto,eu posso dizer que tenho saído dessa acomodação, e tem sido muito bom. Até me tornei membro do seu blog, porque vi aqui um grande aprendizado,seus textos são bem inteligentes e interessantes. Bjs! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  4. Olá amigo Dilmar, como todos os seus textos, esse também nos faz pensar, mas acredito que nunca me acomodei, ainda ando em buscas infindas por viver sempre aprendendo, pois com tantas mudanças, temos de estar sempre atentos para não ficarmos desmemoriados!
    Abraços amigo poeta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Ivone, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  5. Boa noite amigo !
    Vc como sempre nos traz em forma de poesia a realidade de nossos dias...muito criativo vc ...
    bjssssssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Severa. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  6. Nossaaaaa! Adorei! O aprendizado deve ser contínuo e sem medo de navegar em outros mares, buscar o novo só nos faz bem, isso deve ser um exercício diário sob pena de emperrarmos no tempo e espaço. Gr. Bj. meu querido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Cris. Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  7. Valerá sempre o "só sei que nada sei"...e nunca saberei. A verdade está sempre um passo à frente. Caminhar é preciso. Boas reflexões me vieram. Parabéns.
    Abraços,

    ResponderEliminar
  8. Obrigado pela visita e eu. Um bom fim de semana! Eu li um poema filosófico, com respeito.

    ResponderEliminar
  9. ...mas nunca é tarde para voltarmos a questionar, a aprender, a descobrir. Há que beber das fontes sábias mas cumprir a nossa missão, dando de nós.
    Belo poema que nos deixa refletir.

    Abraço
    cecilia

    ResponderEliminar
  10. Estimado, Dilma Gomes.
    Vim lhe desejar um fim de semana agradavel e harmonioso. Estava com saudades dos seus comentários, esse seu gesto enobrece aquele espaço. Entendo sim, que a vida é um desafiar de oportunidades e tempo, em uma constante. Muito certamente, sempre é tempo para recomeçarmos
    Abraços, querido
    José Maria Souza Costa

    ResponderEliminar
  11. Errata:
    Onde lê-se ( dilma gomes), favor entender: DILMAR GOMES
    OBRIGADO

    ResponderEliminar
  12. Somos acomodados por falta de domínio do desconhecido.
    Quando conhecemos bem as coisas vão fluindo espontaneamente.
    Uma semana de muita luz.
    Beijos!!!!

    ResponderEliminar