sexta-feira, 1 de março de 2013

MARÇO

Fevereiro acabou
e eu fico lembrando
de Tom Jobim
e de Elis Regina
cantando Águas de março.

Março vem chegando
com jeito de menino velho.
O verão vai terminar
nas folhas do calendário.
Não sei se o calor vai acabar...
Eu espero a brisa do outono,
ouvindo o poeta Antonio Brasileiro.

Eu sonho com um pouco de frio,
estou cansado do clima tropical.
Se a temperatura continuar elevada,
acho que irei embora pra fronteira.

Eu espero o vento gaúcho,
vindo da banda oriental,
atravessando os campos do pampa...
Eu quero o velho minuano
soprando aqui na capital.

31 comentários:

  1. Meu querido !!!
    Vim tão entusiasmada do meu cantinho te agradecer pelo comentário tão calíente que deixastes no FOLHAS DE OUTONO,que ao chegar aqui deparo com um dos mais belos poemas que já li aqui.as águas de março fechando o verão...lindooooooooooooo!!!!!!!
    bjs de boa noite !!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, querida amiga Severa, por o carinho dispensado.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Que chegue logo o outono amigo. Esse calor está ficando insuportável.. Lindo seu poema.Outono é sempre muito inspirador.Abraços!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regina, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  4. Ola caro Dilmar,chegando de férias a poucos dias,vim fazer uma visitinha com muitas saudades.Fiquei encantada com teu maravilhoso poema MARÇO.Eu também espero o vento gaúcho....Eu também quero nosso minuano soprando aqui em P.Alegre....... Somente nós sulistas sabemos a importância e o prazer que sentimos quando a briza do outono acaricia nossas faces,entrando pelas janelas semi abertas de nossas casas ou quando pegamos o carro e rumamos para a fronteira. Uma boa-noite e meu maior abraço.SU. .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Suzane, agora de manhã, essa chuvinha fina e esse ar fresquinho, que coisa boa! Parece outono.
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  5. Bom dia Dilmar, que lindo poema, carrega a minha vontade também do vento minuano soprando como lá na minha fronteira. Tomara que amenize a temperatura. Estou gostando do friozinho à noite e pela manhãzinha, já é uma trégua. Muito obrigada pela amizade e atenção, é um privilégio ter sua companhia. Um lindo final de semana, amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é amiga Eva, nesse momento, a temperatura está boa. Pena que à medida que as horas forem avançando, certamente, ela subirá um pouco.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  6. Dilmar, que bom você fez uma pequena reforma no seu blogger.
    Que bom é chuva.Não importe o mês nem a hora.
    chuva é sempre bom.
    beijos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Janice. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  7. Bom dia, Dilmar. Vim conhecer o teu espaço e dizer que concordo contigo, não acredito em acasos também. Para mim, tudo tem uma razão de ser e isso é muito claro.
    Adorei o seu blog, li seus poemas e me encantei com a diversidade deles. São inteligentes em tudo.
    Já me instalei aqui com prazer.
    Também não gosto desse calor absurdo, sou filha do outono, título de um poema meu, não me dou bem com esse calor absurdo.
    Lembrei da música tão bem cantada por Elis e Tom. Adoro!
    Tenha um fim de semana de paz!
    Beijos na alma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patricia, obrigado pelo carinho. Volte sempre que quiser, pois este espaço pertence aos amigos.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  8. Oi, querido Dilmar, boa tarde!!! Atrasada, mas passando para agradecer-lhe a visita e ama´vel comentário em minha página. Parabéns por tão bela poesia. Eu também adoro lugares frios. Estive recentemente em SP, adorei o clima também! Vivo numa região bastante quente, onde tem chovido pouco. Dá para você ter uma ideia pela imagem post em meu Blog. Em minha cidade, nos arredores está do mesmo jeito. Mas, sabemos o quanto o ser humano tem sua parcela de culpa em tudo que está acontecendo. E se não podemos fazer nada, só nos resta esperar pelas chuvas... porque ação política que deveria acontecer, não dá mais para confiar! Beijos com poesia nesse belo coração poeta! Paz e bem e um ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, amiga Aparecida. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  9. O poema todo é lindo, Dilmar, mas como gostei dessa frase... "Março vem chegando com jeito de menino velho."

    Março tem mesmo algo de novo e nostálgico...

    Amei, querido.Obrigada por mais essa excelente leitura.

    Beijos e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Parole. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  10. Sabe Dilmar, eu também estou doida querendo um vento vindo dos pampas, aqui em São Luis esta um calor insuportável, mesmo chovendo de vez em quando. Uma delícia teu poema. Vi tua fotinha lá no blog do Bicho do Mato, do querido Marcos e vim conhecer, e gostei. Vou ficando por aqui e deixando um carinhoso abraço, lindo domingo.
    http://poesiasesonetos.blogspor.com.br (poesias)
    http://soltandoamente.blogspot.com.br (contos)
    http://quadras-nadiasantos.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita. Obrigado por seguir meu blog. Volte sempre que quiser. Este espaço pertence aos amigos.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  11. Olá.

    Eu, eo o meu Sentimento de Amizade, estamos aqui, para desejar-te uma Semana Agradável.
    Abraços do www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado José. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  12. Dilmar, as temperaturas por essas bandas estão deixando qualquer inferno com inveja... rs Nossa, ou chove aqui, ou chove... Queria pelo menos que em algum momento a coisa ficasse amena...

    Até para protestar contra a natureza tu escreve bonito poeta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janaina, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  13. Que bom é a simplicidade do que nos toca.
    Belíssimo poeta!
    abraço
    cvb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, amiga Cecilia.
      Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  14. O calor nos proporciona desconforto e, pelo visto, estímulo para escrever um belo poema. Parabéns. Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Maria. Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  15. Pois é, querido Dilmar, as águas de Março estão quase fechando o verão, mas o calor continua. Felizmente, desde ontem o calor insuportável deu uma trégua, a temperatura está muito gostosa. Ótima para dormir, portanto, vamos aproveitar porque ainda teremos muitos dias quentes pela frente, não é?
    Lindo demais o teu poema! Parabéns!
    Um grande abraço, meu amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, amiga Ilca.
      Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  16. Pois é amigo, depende dos sítios onde se está. Eu, ao contrário
    do amigo, estou desejos que chegue a Primavera com dias amenos.
    O Outono e Inverno foram rigorosos e com a problemática que
    atravessamos ainda mais doloroso se tornou.
    Desejo que o amigo esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Irene, o bom do planeta é a diversidade, pois enquanto aqui é verão em Portugal é inverno. Acho que se não houvesse o contraste climático tudo seria mais chato.
      Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  17. Portugal deve ser muito lindo, quando der, vou de passar férias ai.
    Adorei o texto, adoro Tom Jobim e Elis Regina também.
    Sou seu novo seguidor e sempre vou te fazer visitas aqui okay amigo Dilmar ?!
    Deixo aqui o meu forte abraço a você.

    Lyu somah
    http://lyusomah.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar