quinta-feira, 4 de junho de 2015

CADÊ A MÚSICA DO MEU PAÍS?

Lembro-me saudoso
 daquelas músicas singelas
tocadas outrora nas rádios
lá pelos anos 50, 60 , 70...
que tinham letras elaboradas,
que não eram complexas
mas tinham conteúdo...
Entretanto virou moda
musicas capengas
propagando bobagens,
asneiras, sandices...
Virou hábito nacional
músicas inssossas, bregas,
vazias; cantadas,
preferencialmente,
por intérpretes
fraquíssimos...

E a nossa velha e boa música
foi jogada na lata do lixo histórico.






11 comentários:

  1. Bom dia, verdade, a musica melhor com mais sentido foi metida de lado!!


    Beijo, bom fim de semana.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Dilmar.
    Primeiramente lhe desejando um feliz més de junho, cheio de muitas alegrias. Realmente hoje em dia a letras da musicas deixam muito a desejar, algumas ate nem faz sentido algum. Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga guerreira Mirtes. Obrigado pela visita. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  4. Amigo Dilmar, isso que está aí, que a mídia aposta teima em nos passar, não tem poesia, melodia e tudo é um vazio, infelizmente. Enjoativo. Chego a duvidar se teremos boa música novamente. O cachimbo deixa a boca torta, não?

    Grande abraço, ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é amiga Tais, também não tenho esperança de que ainda tenhamos música de qualidade. Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  5. Soneto-acróstico
    À boa música

    Encontrou milhares de atentos ouvidos
    Som desvirtuado com letras abobadas
    Sendo que ambos não fazem sentido
    Apenas bosta, nem sequer engraçada.

    Tanto voz como melodia desaparecem
    Rabo grande e balanço sensual basta
    Assim o sucesso e dinheiro acontecem
    Surgiu agora essa energúmena casta.

    Hoje a música brasileira foi pro espaço
    Mais vale a insinuação e sensualidade
    Um beijinho no ombro e sai pro abraço.

    Se tentas esquecer, a Trash te invade
    Indiferente ao que desejo ou até faço
    Confronta-nos essa falta de qualidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pelo excelente soneto-réplica-acróstico.
      Um abração. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  6. Sabes que também comentava com um amigo. As músicas boas são regravações.
    Cadê a inspiração, a criatividade?
    Beijo carinhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. cara amiga Jossara, aos bons já não é permitido gravar, pois quase tudo neste país é manipulado.
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  7. A maioria das letras do passado, era verdadeira poesia. Hoje, verdadeira baixaria.
    Assim caminha a humanidade.
    Dilmar, beijos!

    ResponderEliminar