quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

FELICIDADE

Quando perguntei a minha professora,
o que é felicidade,
ela ficou sacudindo a cabeça
de um lado para outro
por um largo tempo,
sem dizer nada,
como se meditasse
sobre uma questão
de extrema dificuldade
e depois falou
para eu dar tempo ao tempo.


Então fui ao Aurélio
e achei isso:
Felicidade; ventura, contentamento...
Tudo bem, o Aurélio havia falado!
Mesmo assim fiquei com a impressão
de que faltava alguma coisa...

Anos depois, vasculhando no cancioneiro popular,
encontrei no autor da "dor de cotovelo":
Felicidade foi-se embora
e é por isso que eu gosto lá de fora...
Eu não queria saber se a felicidade tinha ido ou ficado,
eu procura uma definição satisfatória.

Na minha juventude,
vi à exaustão,
aquele comercial,
que virou cult:
"A felicidade é uma calça azul e desbotada"

Por outro lado,
as religiões tradicionais, do Ocidente, afirmam,
a felicidade não é deste mundo
mas a conheceremos no paraiso,
aliás; dizem, é um corolário do arrependimento
e não importa o que o indivíduo
haja praticado aqui na terra;
mesmo o pecado hediondo
cometido pelo homem pervertido
será perdoado.
Para isso basta arrepender-se,
ainda que no último instante
antes de apagar a vela...
fácil, né...

Minha gente, digam alguma coisa...

9 comentários:

  1. Oi Dilmar....

    Estamos meio que em sintonia de sentimentos e pensamentos.
    Um fala de saudade, o outro de felicidade...sentimentos que sem dúvida nenhuma andam abraçados pelos caminhos da vida!
    Acredito que felicidade também é poder matar a saudade que aperta o coração!

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Dilmar, meu querido,

    Acho que nem os mais letrados, os mestres dos mestres, os grandes poetas podem definir em letras a felicidade, sempre vai ficar faltando uma vogal.
    Que bom ter vc no Facebook, tb!
    Um fds bem bacana, bjssss

    ResponderEliminar
  3. Olá Mari.
    Obrigado pela visita. Pois é amiga, os experts falam que as palavra saudade, na lingua portuguesa e nostalgia no idioma espanhol, dizem mais ao coração que em qualquer outro idioma porque esses vocábulos possuem uma sonoridade especial.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  4. Amigo,


    Felicidade podemos encontrar nas pequenas e grandes coisas da vida, ler um livro que compramos ansiosos, encontrar um(a) amigo(a), estar apaixonado(a) e ser correspondido(a), mas ela escorre rápido por entre nossos olhos, mãos e alma. Espero que ela volte, e assim vivo de encontros fortuitos.

    Forte abraço,

    ResponderEliminar
  5. Olá amiga Ira. Realmente, a palavra felicidade não tem definição. Eu apenas a versejei como liberdade poética.
    Um grande abraço e agradeço tuas visitas constantes ao meu cantinho.

    ResponderEliminar
  6. Olá amiga Anna. Obrigado pela visita. Felicidade pode ser algo como a sua visita ao meu cantinho.
    Um grande abraço e volte sempre.

    ResponderEliminar
  7. Dilmar, querido,

    Obrigada pelo carinho de sempre e por parabenizar minha filhota.
    Recebi 2 ou 3 mensagens suas no Facebook, mas não entendi, ainda estou engatinhando por lá.
    Uma grande semana pra vc, bj

    ResponderEliminar
  8. Oi querida, eu também estou começando a mexer no facebook, estou aprendendo.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. OLÁ MEU BOM DILMAR,EM PREPARATÓRIO ESSE PARA AO ESTALEIRO IR REFORMAR MEU CASQUINHO,LIVRE À CRIAÇÃO ESTOY,OBRIGADO POR SUA PRESENÇA QUERIDA EM CAMPOS MEUS DE GIRASSOIS

    TE ABRAÇO

    BVIVA LA VIE

    ResponderEliminar