quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SE

Se você acordasse de manhã
e ao se deparar com o mundo,
imaginasse que a realidade
é um surto psicótico?

Se num dia qualquer
você adormecesse feliz e tranquilo
qual mestre Panglós,
mas ao despertar, estivesse
com o pensamento fixo em Sartre
e saísse recitando pela rua:
" O homem é um ser inútil "
"Estamos condenados ao fracasso"?

E se você consultasse
o horóscopo, a Cabala, a Rede Globo
e encontrasse três realidades
contraditas entre elas:
a realidade sugerida,
a realidade que mora dentro de você
e a realidade em si mesma,
então, o que você faria?

25 comentários:

  1. Isso ocorre diariamente.
    Mas como não ocorrer, se enquanto humanos somos contraditórios!?
    Quanto as verdades, por meio da globalização, são construidas e desconstruidas com tanta rapidez que é impossível acompanhá-las.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Dilmar!
    Não me asusto mais! Assumir a incoerência e as mudanças, sem ficar apavorada. A TPM me ensinou um pouquinho...
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Pois é,
    tem dia que é isso tudo junto.
    Ai a gente espera passar e guarda o que aprendeu.
    Bjs querido.

    ResponderEliminar
  4. Amiga Keila, obrigado pela visita. Volte Sempre.
    Um grande abraço Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  5. Amiga Sexo, obrigado pela visita. Um grande abraço. Desejo-te um lindo dia.

    ResponderEliminar
  6. Já acordei muitas vezes com essa certeza...infelizmente. Os mundos estão constantemente em renovação.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  7. Amiga Fatima, obrigado pela visita. Um grande abraço. Tenha um bom dia.

    ResponderEliminar
  8. Amiga Luna, obrigado pela visita. Um grande abraço. Tenha um bom dia.

    ResponderEliminar
  9. N�o sei...juro que n�o sei mas, se soubesse, tudo faria para evitar um dia assim.(pior � que acontece!)Amigo, a poesia � s� um momento de inspira�o, no estilo melanc�lico(a minha marca registrada). Por vezes, at� sou assim, mas n�o sempre. E, como diria minha amiga Z�lia Freire: "S�o s� alfaces, nada verdadeiro..."
    Gostei de sua visita e coment�rio, � bom pra gente ir apurando a escrita. Grande abra�o.

    ResponderEliminar
  10. Oi Dilmar
    vim através do blog da Eva
    adorei...
    Ja to seguindo
    Ah adorei seu perfil original, e me tocou, perdi meu irmão de 19 anos a quase 9 meses, é uma dor sem tradução...a poesia também vem me auxiliando assim como a musica
    Gostei vou voltar mais vezes !

    ResponderEliminar
  11. A realidade que mora dentro de você...

    Descobri isso faz um tempo e acabei esquecendo talvez, mas recentemente me veio a consciencia isso, bem forte no meu coração!

    Dentro de mim... A verdade, a sabedoria, a certeza... Agora já não tenho medo de seguir, de decidir, sei que faço o meu melhor e que mesmo que eu erre vou tirar desse tropeço uma lição, então já não temo escolher... E sou feliz porque pra mim a vida é sempre um escolher, e escolho sorrir!

    Beijos no coração

    ResponderEliminar
  12. Lidamos com isso diariamente, não é mesmo? Mas hj especificamente, como não estou num dia bom, diria que invejo Cândido, com o Panglós sempre firme, forte e inabalável ao lado, pouco importando a realidade que imperasse. Beijos!

    ResponderEliminar
  13. Milla, obrigado pela visita e pelo comentário.
    Um grande abraço. Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  14. Pois é amiga Claudia, a dor da perda de um ente amado é infinita e nenhuma palavra consegue expressá-la. Só o tempo e o auxílio da poesia, da música, da família e dos amigos são capazes de minimizar a dor.
    Um grande abraço. Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  15. Amiga Ana, obrigado pela visita e obrigado pelo teu consistente. Volte sempre.
    Um grande abraço. Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  16. Amiga Ana, eu quis dizer comentário consistente.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  17. Lú, obrigado pela visita. Vejo que tu conheces a obra de Voltaire. Eu já percebido no teu perfil o gosto pelos clássicos.
    Um grande abraço. Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  18. Oi Dilmar querido, a chuva foi embora e o sol chegou que coisa bem boa,adorei também o seu poema eu ficaria com a minha realidade, aquela que tenho dentro de mim,é dela que procuro me ocupar, jogando todas as coisas boas da realidade externa para construir o meu paraiso, afinal sou Eva e não deve ser por acaso,ehhe, amei, poeta, tocante e emocionante a reflexão das nossas escolhas muitas vezes suscetíveis a uma realidade nem tão bonita e harmônica,o segredo é processar sempre, por exemplo:fazer limonada do limão.bjos,um bom dia!

    ResponderEliminar
  19. Amiga Eva, gostei muito do teu comentário. Obrigado.
    Um grande abraço. Desejo-te um bom dia.

    ResponderEliminar
  20. Adorei seu poema, Dilmar!! Tem poema lá no meu blog também, passa lá e me diz o que acha...
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  21. Nesta vida conheci muitos amigos,mas esse blog realmente é um Sonho!Amigo não é uma definição escrita ou falada,mas é o carinho o mimo de cada um sem dar,pedir nada. Gostaria muito de ti ver no feita poesia que é um pouco de mim se gostar me segue e comenta vou ficar muito feliz e vai me dar muito animo esta dificil não conseguir interagir com quem aprendi a amar a cada dia o feita poesia vai me colocar perto de vc ...Uma linda semana iluminada fica com papai do céu ! http://soueufeitapoesia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  22. Bom dia, Dilmar...

    Se a saudade lhe aperta, o seu coração chora e é na poesia que encontra o conforto, escreva, esvreva, pois dividimos assim a nossa dor e ela fica mais branda...

    A nossa realidade aqui neste mundo é passageira, não entendemos o propósito de Deus, mas temos de ter o coração aberto e receber o seu amor...

    Gostaria que lesse hoje um poema que fiz em dezembro de 2009, quando estava muito mal, sem chão, sem um porto seguro e encontrei na poesia uma amiga, uma companhia para os momentos difíceis... Não deixe de ler: copie cole esse endereço e leia algo que me confortou muito:
    http://chrisamag.blogspot.com/2009/12/deus-cuida-de-mim.html

    Ótimo fim de semana.

    Bjs
    Chris

    ResponderEliminar
  23. O pior ou melhor é que poetas fazem isto o tempo todo!!!!!! :)

    ResponderEliminar
  24. Amigo,

    Se...houvesse, me coubesse ou coubesse em mim outra forma der SER...aceitava sim de bom grado.

    Beijos, poeta

    ResponderEliminar
  25. O que eu faria?
    Pensaria que acordei ou que ainda estaria sonhando, pois o sonho sonhado retrata a pura realidade. As três realidades coexistem em mim.
    Lindo poema!
    Grande beijo.

    ResponderEliminar