quinta-feira, 24 de abril de 2014

CHIMARRÃO

Hoje, vinte e quatro de abril
é o dia do chimarrão,
nossa doce bebida amarga.

Legado dos povos indígenas,
oriundos do extremo sul da America,
presente no nosso cotidiano.

O mate é sorvido  na Argentina, no Uruguai,
Paraguai, e em outras querências...,
mas aqui no Rio Grande virou paixão.

Do porongo rústico à cuia,
do canudo de taquara à bomba,
o chimarrão não parou no tempo.

Para comemorar (bebemorar) a data
nada melhor que uma mateada
no estilo roda de chimarrão.


18 comentários:

  1. Amigo Dilmar, sei como é isso de chimarrão, pois passava minhas férias todos os anos na casa dos meus tios no Paraná, (meu tio se casou com uma gaúcha), mas nunca consegui gostar de chimarrão, meu amigo "...doce bebida amarga", não dá, rsrs!
    Mas meus parabéns pelo dia da sua deliciosa e doce bebida (amarga) chamada chimarrão!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga Ivone, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, uma boa noite.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite Dilmar Gomes

    Hoje 24 de Abril, véspera de feriado.. amanhã faz 40 anos que ouve a revolução... ou seja é dia da Liberdade ...

    Obrigado pelo seu carinho no meu blogue.

    Bom fim de semana

    beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, sei que hoje é um dia festivos para vocês, nossos irmãos de além mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo feriadão.

      Eliminar
  4. Matear é viver

    Rio Grande, rincão de gente cuera
    Onde prá mais de metro se mateia
    Gaudério macho, também pudera,
    Mateia no almoço, na janta e ceia.

    Mate também chamado chimarrão
    É muito mais que simples bebida
    O mate passando de mão em mão
    É uma roda de amigos bem servida.

    Enquanto os do norte bebem cerva
    Tão gelada que até dói seu dente
    O gaucho degusta alegre sua erva.
    Charlando pois como antigamente.

    Porque afinal mate não se reserva
    Bebe-se na hora pelando de quente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo poeta Jair, obrigado pela glosa poética. Um abração. Tenhas um belo fim de semana.

      Eliminar
  5. Já sei onde os restaurantes Chimarão de Portugal foram buscar o nome...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Pois amiga Pérola, chimarrão é bebida tradicional do meu estado, Rio Grande do Sul, situado no extremo sul do Brasil, região mais fria do país, onde cai neve e geada no inverno. Nosso clima, quase europeu, destoa do clima do restante do Brasil em predomina o clima tropical.
    Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um ótimo feriadão.

    ResponderEliminar
  7. chimarrão ou carinhosamente vamos tomar um chimas? mt bom, reúne pessoas longe das máquinas de exclusão social que são os computadores,rsrs bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Jeanne, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma boa noite e um bom domingo.

      Eliminar
  8. Obrigado pelo seu carinho no meu blogue.
    Comemorar e brindar à vida.
    Bom fim de semana
    Beijo.
    Nita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Nita. Um abraço. Tenhas um bom fim de semana.

      Eliminar
  9. E como é lindo de se ver a gauchada passeando na Redenção mateando em dia de sol! Linda nossas tradições.
    Abraços, Dilmar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente é bonito, amiga Tais. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  10. Oi meu amigo,
    Gostei de ler teu lindo poema! Que bonita homenagem ao nosso saboroso chimarrão. Eu amo tomar um bom chimarrão, é o meu companheiro de todo fim de tarde.
    Um abraço, querido Dilmar. Tenha um abençoado final de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é amiga Ilca, chimarrão é o nosso parceiro das horas boas e das não tão boas, enfim, é a nossa doce bebida amarga!
      Um abração. Tenhas um fim de semana abençoado.

      Eliminar
  11. Acho que eu não ia gostar de chimarrão...amargo e fervente rs. Mas, Dilmar, se os gaúchos gostam, então, parabéns ao Dia do Chimarrão!
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  12. 24 de Abril

    Gaudédio mate não rejeita no ato
    Se lhe deixam uma cuia na mão
    Pois seja chimango ou maragato
    Irmanados no bom mate estarão.

    Mate não apenas gaúcho pilchado
    Absorve independente da estação
    Riograndense de quatro costados,
    Chimarreia no inverno e no verão.

    Bomba, cuia, erva e água quente
    No centro da cidade ou no rincão
    Chimarrão sempre está presente
    Que o mate faz parte da tradição.

    Portanto quem mateia não mente
    Gosta de mate bem amargo então.

    ResponderEliminar