terça-feira, 24 de junho de 2014

VAMOS LIMPAR NOSSA CALÇADA, NOSSA RUA, NOSSA CIDADE...

Vivendo num país onde onde poucos fazem sua parte;
país do jeitinho, país do dando  que se recebe, país
da lei de Gerson, país de "o mundo é dos espertos"
país, onde nós, brasileiros, gostamos de empurrar a
sujeira para debaixo do tapete e se o tapete for
do outro tanto melhor; pois, fiquei arrepiado, constrangido
e emocionado quando vi a imagem da torcida japonesa
juntado o lixo, produzido por ela, no estádio, após o jogo
da Copa...
E a história se repetiu no jogo seguinte do Japão, aqui no Brasil...
Meus amigos, vocês percebem a dimensão disso?
Por que não pomos vergonha na cara e não começamos agora a limpar a nossa sujeira?

Nós, povo periférico do mundo,
viciados nas águas do ocidente
até agora temos visto com reserva,
comedimento e parcimônia
os povos de olhinhos puxados...
Entretanto, parece que chegou a hora
de olharmos de frente a cultura oriental
É tempo de assimilarmos o exemplo
civilizatório e educativo japonês.
É tempo de recolhermos a sujeira diária
que deixamos à nossa volta...
é tempo de limpar nossa casa,
é tempo de limpar nossa calçada,
é tempo de limpar nossa rua.
é tempo de limpar nossa língua...

21 comentários:

  1. Eta povinho bunda!

    “Porque devo dar emprego prá lixeiro
    Portanto eu só jogo meu lixo no chão” .
    Assim se comporta estulto brasileiro
    Não acata exemplo vindo do Japão.

    Lamentável, mas na rua o que se vê
    Bando de porcos ao léu deixando lixo
    E se alguém chama atenção veja você
    Esse energúmeno injuriado vira bicho.

    Mas como registra nossa triste história
    E escreveu douto Comendador Lacerda
    Nem todo tempo se pode viver na glória
    E uma boa educação apenas se herda.

    Porquanto não podemos cantar vitória
    Com povo assim viveremos na merda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo poeta Jair, obrigado pela réplica poética. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  2. Mas por que ainda somos do terceiro mundo?? Porque somos porcos, preguiçosos, indolentes e queremos levar vantagem em tudo.
    Não adianta falarmos de sentimentos, coração que chora, alma que se compadece etc e tal se não temos educação. Basta olhar nossos rios, nossas praias, nossas calçadas, nossos parques, nossas escolas. E por fim a nossa língua... essa adorei!

    Abraço, Dilmar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Tais, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário. Um abraço. Tenhas um bom dia.

      Eliminar
  3. Bom dia
    Eita!! Muito bem, gostei de ler. :-)

    Beijo, e um dia Feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita. Um abraço daqui do país da Copa. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  4. Bom dia, Dilmar, nos espantamos quando presenciamos algo que deve fazer parte da nossa rotina, limpar nosso lixo.Eu também fiquei pasma quando assisti ao fato.E nós? Sequer limpamos ao nosso redor. Gostei muitíssimo do seu texto. Temos que limpar nossa línguas também. Grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Marli, obrigado pelo comentário. Isso ai, vamos limpar as coisas ao nosso redor, pelo menos.
      Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  5. E eu, que sempre me senti tão sem turma....


    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Margoh. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  6. Amigo Dilmar, é bem por isso que não me enquadro em muitos lugares e momentos, fui educada por descendentes italianos, meu marido é filho de japonês (meu sogro veio do Japão ainda menino), mas trouxe os bons exemplos.
    Também amei a lição de bom comportamento deles, que possamos perceber algo melhorando por aqui também!
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Ivone, obrigado pelo comentário.. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas, sei que terás, uma boa noite.

      Eliminar
  7. Vivendo num país,
    onde o pouco faz sua parte
    quem assim o quis
    o terá feito com arte!

    Aqui em Portugal,
    diferente, não é não
    ao Brasil será igual
    nessa coisa da corrupção.

    O mundo não é só dos espertos,
    o mundo a todos pertence
    o povo é que vota nos badamecos
    só depois é que os erros sente!

    Um abraço de quem ainda acredita numa final feliz,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Eduardo, obrigado pela visita poética. Um abração daqui do país da Copa. Boa sorte para Portugal no jogo de amanhã. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  8. Ola amigo Dilmar gostei muito do seu post. A alguns anos eu fiquei sabendo desse hábito relacionado a limpeza que os japoneses possuem. Soube na época que os estudantes japoneses é que limpam suas escolas. Eles são muito esforçados, e o respeito e a educação são evidentes na cultura japonesa. É lamentável que em nosso país, ainda se vê tanto desrespeito, é no transporte, onde qualquer coisa é motivo para brigas no transito, são nas filas de bancos, mercados, é desrespeito com o ambiente, despejando lixo na porta dos outros, e não recolhendo as sujeiras que seus cãezinhos fazem, sem falar na falta de trabalho em equipe que não existe, se todos limpassem as calçadas, limpassem suas caixas dágua não ocorreriam tantos casos de dengue como tem ocorrido. Infelizmente o ser humano não entendeu ainda que ar puro e água não se compra, e respeito muito menos. A maior contribuição que podemos deixar para os nossos filhos é a educação e conscientização que para termos uma vida saudável, devemos contribuir para que o nosso planeta nos ofereça essas condições. Bjos
    PS: Desculpe o comentário longo.

    ResponderEliminar
  9. Boa noite Dilmar.
    Essa sua excelente postagem é a cara da minha filha rsrs, ela é com sinceridade uma pessoa que é incapaz de jogar algo na rua, ela fica indignada quando ver alguém sujando a rua, não limpam ainda sujam essa é a sua frase,concordo com cada palavra sua da postagem, se cada um tivesse pouco de educação, as coisas seriam com certeza melhor.
    Uma abençoada noite.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Mirtes, tua filha faz pertence a uma categoria de seres especiais, os quais vêm a este mundo para provocar a mudança nos velhos e errados hábitos. Ainda tenho esperança que os bons exemplos começarão a ser copiados. Os japoneses sabem que a mudança depende de cada um e eles começaram a fazer a diferença. Imaginemos o seguinte quadro: de repente as pessoas começam a juntar seu lixo e param de jogar sujeira nos becos, nas praças, nos terrenos baldios, nos regatos, nos arroios, nos rios e ao mesmo tempo deixam de maltratar os animais, seria o começo da grande e necessária mudança... Quem sabe se...
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma noite abençoada.

      Eliminar
  10. Amiga Josy, aqui o tamanho do comentário é o visitante quem determina. Agradeço da mesma forma a quem disser um simples oi como àqueles que se estendem bastante. O importante é o congraçamento. Subscrevo o teu comentário. Obrigado por visitar este humilde espaço. Um abração. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  11. Olá Dilmar!
    Faz tempo que não vinha aqui. Hoje acertei, pois gostei do tema do seu blog. Brasileiros e portugueses são muito parecidos nessa área da limpeza! Ora os japoneses dão cartas nessa e noutras áreas... então vamos copiar os bons exemplos!
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  12. Olá Dilmar,
    Parabéns pela beleza do teu texto, palavras cheias de verdade! Muito oportuno!
    Realmente uma atitude brilhante esta dos japoneses, um belo exemplo a ser seguido por nós. Adorei!
    Muita paz e um abração.

    ResponderEliminar
  13. É como dizes: é hora de limpar.
    E é uma questão de educação.
    Há de se fazer muito ainda por ela...

    Valeu por levantar este assunto.
    abraço, Dilmar.

    ResponderEliminar