sábado, 5 de setembro de 2015

IDEOLOGIA

Lembro-me de que no passado, ao tempo
da guerra fria e também da famigerada
ditadura tupiniquim, dita revolução,
cobrava-se a ideologia de todo mundo,
e todas, ou quase todas, cabeças pensantes
proclamavam-se de esquerda até a morte.
Alguns admiradores da direita,
envergonhados desse sentimento
porque reacionário, fora de moda,
mentiam, se passando por esquerdistas
ou diziam que estavam em cima do muro...
Havia um radicalismo fora de propósito
da parte de alguns militantes alucinados,
sectários fanáticos de Stalin, Kruschev,
Mao, Fidel, Che, Gramsci, Prestes,
na observância de tolices, tais como
nunca andar pelas calçadas direitas das ruas...


12 comentários:

  1. Bom dia Dilmar

    Sempre com maravilhosos textos! Adorei ;-)

    Um excelente Domingo.
    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo domingo.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Olá Dilmar
    Quem não tem opinião própria segue o cordão da maioria mesmo que no íntimo estejam em discordância.
    Um ótimo domingo meu amigo
    Beijos no coração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Gracita, obrigado pela visita. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo domingo.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Ingrid, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. A água corre para onde muita há,
    o vento forte é destruidor
    sempre assim foi e continuará
    quem se guia por falso orientador!

    A verdade seja dita,
    porque sempre acreditei
    da maneira como foi escrita
    dessa ideologia, gostei!

    Bom domingo amigo Dilmar, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Eduardo, obrigado pela visita. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  7. Soneto-acróstico
    À virada

    Todos são esquerdistas se isso convém
    Um regime direitista nesse sentido induz
    Deixa toda pessoa brava e feroz também
    Onde não vê no fim do túnel qualquer luz.

    É a única resposta que um oprimido tem
    Indignar-se e berrar contra pesada cruz
    Deblaterar por ter então virado um refém
    E não esconder a cabeça como avestruz.

    Ontem éramos ferozes esquerdistas sim
    Lutávamos por uma sonhada “justiça social”
    Ou então comeríamos pela raiz o capim.

    Ganhou a esquerda acima do bem e o mal
    Indiferente ao povo quer somente o butim
    Agora apoiamos a direita ou vamos pro pau.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Jair, obrigado pelo acróstico de algo nível. Um abraço. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar