quarta-feira, 16 de setembro de 2015

MATANÇA

A frieza de determinadas almas
impressiona-me sobremaneira.
Parece inverossímel que  haja
indivíduos gélidos, perversos
matando gente  assim por nada
hajam vistas o número de abates
registrado nos últimos meses.
Aqui na região metropolitana
houve mais de mil homicidios
desde janeiro de dois mil e quinze,
números que já não impressionam
porque estamos nos acostumando
a conviver com a guerra civil.





10 comentários:

  1. Pois é, embora ninguém comente
    Na Síria numa terrível guerra civil
    Dia-a-dia morre bem menos gente
    Que na paz da República do Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Jair, obrigado pela visita poética. Um abraço. Tenhas uma ótima sexta-feira.

      Eliminar
  2. Estamos em um patamar assustador, aqui mata-se mais do que nas piores guerras, nem só pessoas matando pessoas, mas no trânsito é que há a maior incidência!
    Isso nos faz pensar!
    Abraços amigo Dilmar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga Ivone, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, uma linda sexta-feira.

      Eliminar
  3. Era alegria do povo,
    tradição em Portugal,
    era a matança do porco
    proibida sem fazer mal.

    Essa matança, frieza,
    contra o humanidade
    são frutos com certeza
    da injusta desigualdade!

    Tenha amigo Dilmar,
    uma boa tarde, um abraço,
    Eduardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Eduardo, obrigado pela visita poética. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  4. Sempre com textos interessantes, parabéns!

    Beijo e uma noite feliz
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  5. É isso sim, amigo Dilmar, a gente acha que veneno em doses homeopáticas não mata... No final o estrago é terrível. Não sei onde vamos parar, há uma guerra que "eles" lá, não querem ver...Estão esperando acontecer o quê?
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Tais, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar