sexta-feira, 13 de março de 2015

POIS, ENTÃO...

Sabemos há tempos, tempos,
que a realidade é sombria,
de modo que não há necessidade
de preencher a telinha da tv
através de uma  pretensa arte
consubstanciada em expedientes
eivados de violência, safadeza,
crimes, vícios de toda a ordem;
em síntese, o lado sórdido da criatura,
 entretanto, me dizem que essa coisa
que o sistema chama de arte,
é nada mais que um espelho real
e que não é legal deixar a sujeira
escondida debaixo do tapete,
porém, penso, que há Arte e arte
e além disso, não percebo algo edificante
nessas histórias contadas em capítulos
sob molde padronizado linearmente,
eis o pão fabricado na antiga Roma
e servido com vinho no circo...

17 comentários:

  1. Bom dia Dilmar

    O Seu texto ficou maravilhoso. Gostei de ler.

    Beijo, bom sábado.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo domingo.

      Eliminar
  2. Dilmar, não vejo mais esse tipo de arte,( concordo contigo, Arte com "A" maiúsculo, eu aprecio sempre), que pena que estão tão banalizadas essas estórias contadas, dizem que a arte imita a vida e/ou a vida imita a arte?!
    Mas viver é um lindo dom e pode ser maravilhoso esse dom!
    Abraços amigo sensível, tenhas um lindo sábado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Ivone, também não assisto mais essa programação que não acrescenta nada em nossas vidas. Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas , sei que terás, um lindo domingo.

      Eliminar
  3. Amigo Dilmar, a arte nos leva ao deleite da alma. Portanto assistimos a uma inversão de valores. Arte é a sua poesia. Muita paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Denise, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma semana abençoada.

      Eliminar
  4. Sinal dos tempos, caro amigo! Já foi o tempo do homem fazer Arte por amor a ela; nos dias atuais, manda o dinheiro; e o dinheiro, como bem sabes, traz todo esse lixo cultural que nos impingem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo JR, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Soneto-acróstico
      Deseducação

      O universo televisivo como fraude que é
      Quer através da telinha moldar as ideias
      Uns poderosos nas novelas fincam o pé
      Enchem os lares de autênticas diarreias.

      Sem que nenhum espectador se dê conta
      Ele vai sendo deglutido pelos tais canais
      Vê tramoias inverossímeis além da conta
      Ênclises, apóstrofes e aberrações verbais.

      Nada aproveitável na telinha se apresenta
      Apenas muita besteira e merda de montão
      Tudo muito bem embalado em sabor menta.

      E sequer pensando em cultura e educação
      Vai a novela andando enquanto esquenta
      Ênfase na mais que perfeita desinformação.

      Eliminar
    2. Amigo poeta Jair, obrigado pela réplica-acróstica. Um abração. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  6. A "Arte" é bela e digna de ser apreciada mas essa ínfima arte é sinal da deteriorização dos valores e conceitos.
    Um excelente final de semana
    Um abraço caro amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Gracita, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  7. Olá Dilmar,
    Acho que merecemos algo que nos acarinhe e nos leve a sonhar, não que nos dê sobressaltos, para isso chega o noticiário.

    abç amg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carmem, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  8. Sempre merecemos coisas boas e as inversão
    de valores é o que vemos sempre

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Rita, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar