segunda-feira, 4 de abril de 2016

E O MUNDO NÃO ACABOU

Era alto verão de 1962,
eu tinha pouco mais de 10 dez anos,
li  no "Correio do Povo":
Cientista hindu diz que o mundo vai acabar,
com certeza, ainda neste mês de fevereiro,
porque os planetas ficarão alinhados com a terra
e um choque de proporção absurda será inevitável...

Meu pai me tranquilizava:
guri, isso é besteira,
fosse um estudioso americano,
inglês, francês ou russo, vá lá,
até se poderia considerar, mas
em se tratando de pesquisador
de um país do terceiro mundo...

Minha vó, que era meio religiosa,
teve a ideia de reunir a família
e vizinhos para rezar um terço
ou então encomendar uma missa,
mas decidiu por uma janta no dia
anterior à pretensa catástrofe
sob esta justificativa:
se a coisa acabar mesmo,
a gente não morre  com fome!

18 comentários:

  1. Amigo Dilmar, lendo aqui me vi rindo, minha prima tinha 10 anos e eu tinha treze, ela chorava tanto e eu queria acalmá-la, dizia que não ia acabar, pois eu imaginava que se ia mesmo acabar, haveria de ter algum sinal diferente, pelo menos em mim,rsrs, eu chorava toda vez que sentia dó de uma pessoa e por incrível que parecia essa pessoa morria, sempre foi assim, até hoje é assim...
    Então só me abalo mesmo quando choro antes de algo acontecer.
    De fato o mundo não acabou, quanto a sua avó, ela era bem otimista, até brincou, se morressem pelo menos não iriam com fome, bem sabes que há espíritos que pensam ainda estarem vivos e sentem fome no mundo espiritual, quando "eles" se comunicam dizem isso a até pedem alimentos, muitos não dão por acharem isso bobagem, mas eu mesma ofereci bolachas no cemitério no túmulo de minha avó, ela só deixou de me rondar depois disso!!!
    Abraços amigo Dilmar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, uma linda semana.

      Eliminar
  2. O mundo não acabou e ninguém ficou com fome...]
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Elys, obrigado pela visita. Um abração daqui do sul.

      Eliminar
  3. Afinal a diferença estava no cientista. Sua pensei e pensou bem, porque se calhar, mais vale morrer com a barriga cheia do que morrer com fome?
    Já agora aproveito a boleia e vou aqui contar como é que um cientista alentejano, fez para descobrir a velocidade da luz:- Pegou num porco e numa lanterna e subiu para o 5ª, andar dum prédio. De lá lançou para o chão ao mesmo tempo, o porco e a lanterna. Tendo o porco chegado ao chão primeiro do que a lanterna! Foi assim que o cientista alentejano, descobriu que a velocidade do porco é superior à velocidade da Luz!

    Tenha uma boa noite, amigo Dilmar, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eta porco rápido, meu caro amigo Eduardo. Obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  4. Corrijo: Sua avó pensou e pensou bem!

    ResponderEliminar
  5. Muito bem, gostei de ler, boa a ideia a da sua Avó, lool

    Beijinhos de boa noite

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pelo carinho. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda 3ª feira.

      Eliminar
  6. Oi, Dilmar!
    O bom mesmo é que nada aconteceu de ruim e rende boas gargalhadas!
    Celebrar com boa comida é sempre muito bom! Até mesmo o fim do mundo!
    Feliz semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Jossara, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  7. Acróstico

    O mundo somos nós, a humanidade
    Mas não devemos nos orgulhar disso
    Uma sociedade abstrusa à saciedade
    Nada contribuímos pra desejado viço.

    Da natureza nós não fazemos parte
    O que queremos é sugar de canudo
    A cada dia todo o possível, destarte
    Colhemos o não plantado conteúdo.

    Agora ali no fim do túnel não há luz
    Bastante para que nos de esperança
    O fim do mundo já chegou, se deduz
    Um dia vamos pagar pela lambança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta, realmente, a lambança é grande. Um abração. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  8. OI DILMAR!
    AINDA BEM QUE NÃO ACONTECEU, MAS A SABEDORIA DOS MAIS VELHOS, SE VAI ACABAR, QUE SEJA, MAS NÃO ESTAREMOS COM FOME.
    MUITO LEGAL.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Zilani, obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  9. Pois é, amigo Dilmar, lembro que ao entrarmos no ano 2000 o mundo iria acabar! Fiquei esperando qualquer coisa, mas não acreditando em nada. Depois veio outra maldita data e também nada foi pro brejo. Pô; esses caras estão errando feio! Mas agora entramos numa fase bem nossa, verde e amarela, que estou começando a acreditar que poderemos voar... rss Mas desde que seja de barriga cheia, segundo sua sábia avó!
    Abraços, amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, cara amiga Tais, de tempos em tempos aparece alguém dizendo que o mundo vai acabar. Gosto daquele trecho da música "As Profecias" do Raul sobre o fim do mundo - do nosso mundo (existência).

      Está em qualquer profecia
      Que o mundo se acaba um dia.
      Sem fogo, sem sangue, sem ás
      O mundo dos nossos ancestrais.
      Acaba sem guerra mortais
      Sem glorias de Mártir ferido
      Sem um estrondo, mas com um gemido.

      Um abração. Tenhas uma linda terça-feira.

      Eliminar
  10. Amigo Dilmar, quantas vezes já disseram que o mundo vai acabar! E as previsões continuam e nós preferimos crer que tudo se transforma e a vida continua! Um grande abraço e tenha uma feliz semana.

    ResponderEliminar