quinta-feira, 30 de março de 2017

ASSIS VALENTE

Talvez nem todo mundo saiba que José de Assis Valente
foi um grande compositor de sambas. Nasceu em 1911,
em Santo Amaro, Bahia. Em 1927 muda-se para o Rio
de Janeiro, vai trabalhar como protético e publica
desenhos em algumas revistas daquela época. Na década
de 30, começa a compor  sambas para Carmem Miranda,
 Orlando Silva, Carlos Galhardo, Francisco Alves, Marlene
e outros. Assis Valente acossado por dívidas e sem conseguir
 pagá-las, cometeu suicídio em março de 1958.




Parece mentira,
mas este país
já foi diferente,
tão diferente,
que é difícil
de acreditar!
Antigamente,
pessoas se suicidavam
quando tinham
o nome enxovalhado
por dívidas.
Na atualidade,
quando a mídia levanta
o véu que cobre
 indivíduos envolvidos
nas maracutaias,
os suspeitos batem no peito:
sou campeão da honestidade,
tenho um histórico limpo
e uma conduta ilibada.
Ou, então, pegam a tangente:
por que eu fui premiado
se tantos outros fazem o mesmo?
Os caras-de-pau, quando,
condenados pela justiça
 negam, veementemente,
as culpas no cartório.
Outros ainda vão além:
em frentes às câmeras  de tv
levantam o punho no ar.
Deve a nova senha
do sindicato do crime.




17 comentários:

  1. O que é errado virou certo e assim caminhamos em abismos tal como cegos...
    Não conhecia esses pormenores de Assis Valente (na realidade, "pormaiores")...

    Beijos, sempre bom ler suas linhas poéticas =)

    ResponderEliminar
  2. Cara Nadine. obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  3. De mãos sujas

    Fico por aqui pensando com meus botões
    Por que nessa política só tem ladrões?
    Ó Petê, tu, que imagem de vestal vendias
    Mas só tem larápios, rufiões e vadias.

    Eles para seus problemas têm soluções
    Porém não pensem que resolvem com tostões
    Se as burras da Petrobras ficaram vazias
    Não resultaram das ações puras e pias.

    Por exemplo, Lula que metalúrgico era
    Tem apartamento tríplex no Guarujá
    E sítio rico e luxuoso que é quimera.

    Afirma ele, que bens um amigo lhe dá
    E que por se bondoso, ganha o que se espera
    Porquanto homem um mais honesto não há.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, realmente, este é maior golpe já executado neste país. O caso Lula faz eu lembrar de um antigo fazendeiro gaúcho, ladrão de gado, que à medida que acumulava a boiada da fazenda, justificava-se: "Tenho muita sorte. Todos os bois desgarrados procuram minha fazenda. Por isso sou um homem rico"
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  4. Pois eu não sei o que dizer,
    todavia, fico aqui imaginando
    gente honesta ainda alguma haver
    faço parte dessa gente estou falando!

    Tenha uma boa noite caro amigo poeta Dilmal, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeito, meu bom amigo poeta Eduardo. A honestidade vale a pena. Obrigado pela visita. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  5. Amigo Dilmar, nem posso imaginar eu um dia em situação assim, dever e não poder pagar, acho que nem dormiria, pois deve ser de tirar a tranquilidade, embora haja pessoas que passam por isso por força das circunstâncias e essas, sim, essas podem até mesmo se suicidarem, que pena que há muitos vivendo esses terrível tormento.
    Ainda bem que a maioria é honesta, isso ainda nos dá a esperança de que um dia esse terrível quadro dos corruptos e desonestos possa mudar!
    Abraços querido amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, dívidas são coisas desagradáveis, e, enquanto ,há gente que não leva o problema muito a sério, outros se preocupam tanto que acabam aderindo ao suicídio. Talvez o comportamento humano seja cíclico. Se for assim, quem sabe num futuro próximo a honestidade prospere. Por outro lado parece lógico que, como tudo evolui, nada mais natural que o mundo conheça uma nova era: a era do bem, da paz e da reciprocidade ética.
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, um lindo fim de semana.

      Eliminar
  6. Meu amigo Dilmar, aqui, no país das Maravilhas, com essa IMPUNIDADE, O CRIME COMPENSA!
    Estamos com o pensamento, a mente atrasados, somos bregas!
    Gostei da nova escrita do Jair: Petê!! rs
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Tais, nosso amigo Jair é o cara. A ele basta a "deixa" o famoso "gancho" e sai um bom poema.
      Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  7. Voltando... Sobre Assis Valente, vou pesquisar os sambas! Compôs para gente graúda!
    Valeu, obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Assis Valentes compôs sucessos marcantes como Camisa listrada; E o mundo não se acabou; Cai, cai balão; músicas que retratam aquele tempo. Porém, uma composição, "Brasil Pandeiro" chegou aos nossos dias e continua atualíssima (eu nem gosto muito de samba, mas tire o chapéu para este). Foi grande sucesso com os Novos Baianos, e também na voz de Baby Consuelo. Esta música tem a cara do Brasil.
      Um abração.

      Eliminar
    2. Mas conheço tudo isso!
      Amnésia!?...
      Abraço, um ótimo fds.

      Eliminar
  8. Maravilhoso de se ler! Parabéns

    Beijo, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. É verdade que o sindicato do crime está aí. Mas afinal há tantos sindicatos e tantos mamadores que se escondem como paladinos da defesa do trabalhador... Pobre Brasil que graças a Deus acordou. Creio que vá melhorar. Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  10. OI DILMAR!
    ASSIS VALENTE COMPÔS PARA OS "BAMBAS", TINHA DE SER BOM.
    TENHO PENA E RAIVA DE NÓS BRASILEIROS QUE ACEITAMOS AS FALCATRUAS DESSES POLÍTICOS SUJOS E CARA DE PAUS, NÃO FOSSE ISSO, ELES NÃO ESTARIAM NA TV, MENTINDO E NOS FAZENDO DE BOBOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar