terça-feira, 21 de março de 2017

OUTONO

De onde vem esse aroma
que assanha o nosso nariz?
De onde vem essa brisa
que refresca nossa pele?
De onde vem esta pílula
que recarrega as baterias
de quem andava cansado?
De onde vêm esses augúrios
que despolui nosso espírito,
lavando as nódoas da alma?
De onde vem essa aragem
que revigora o esqueleto
dos fortes, velhos e fracos?
De onde vem este céu
mais suave que o céu,
que havia até ontem?
De onde vem este sentir
que  induz a gente a pensar
que todas  coisas mudaram
mesmo nada mudando?
Ah, sei o que acontece:
é o outono chegando
para ficar conosco
nesta temporada.

21 comentários:

  1. Assim é o outono, uma estação que gosto muito.
    Um abraço. Élys.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, meu caro Élys. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  3. De onde vem esse lindo poema para saudar o Dia da Poesia??
    Gostei demais, um dos melhores que li aqui, meu amigo!! Quanta inspiração. Gosto muito das frases repetidas, interrogativas. Isso é para saudar o Outono, mês das folhas mortas, lembrei da linda música cantada por YVES MONTAND / Les feuilles mortes.
    Grande abraço, parabéns, gostei muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, cara amiga Tais. Que bom que gostaste, pois, eu achei tão simplinho, entretanto, relendo, agora, parece um pouquinho aveludado; quer dizer, já melhorou um bocadinho.
      Um abração. Tenhas um Outono lindo!

      Eliminar
  4. Que lindo poetar por aqui, nossa, amei!
    É bem assim, o outono nos dá essa linda inspiração, portanto vamos aproveitar, ele só fica três meses e como todos andam em estado de estresse constante, podem nem sequer o notar!
    Amo essa linda estação climática, sei que você também, ou melhor, sei que você ama mesmo é o inverno daí do Sul!
    Sampa também faz frio, até demais em determinada época, a culpa é de vocês, rsrs, mandam o frio pra cima, e digo também aos que moram em Manaus(já tenho muitos amigos presenciais por lá), que eles estão mandando muitas chuvas para São Paulo, estamos sempre em estado de alerta,rsrs!
    Abraços apertados meu amigo Dilmar, tenhas um lindo Outono!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, cara amiga Ivone. Realmente, amo o inverno, entretanto, o outono tem algo meio mágico, uma coisa que nos convida à espiritualidade. Pois o frio, primeiro passa por aqui, pela região sul, vindo da Argentina e do Uruguai e depois sobe para São Paulo, Mato Grosso, etc. Mas veja, minha filha não gosta nadinha do frio. Ele passou parte das férias no Rio( dez dias: foi antes e voltou após o Carnaval), e agora que começou refrescar aqui, ela diz: estou com saudade do Rio, por que lá está quente. Um abração daqui de Poa. Nós, todos, teremos, com certeza, um lindo Outono.

      Eliminar
    2. Correção: Ela passou parte das férias no Rio de Janeiro.

      Eliminar
  5. Chegaram no mesmo dia,
    o Outono chegou ao Brasil
    a Primavera chegou a Portugal
    cada qual com a sua maresia
    no mês de Março, não em Abril
    num dia de sol, via fluvial!

    Tenha uma boa tarde caro amigo poeta Dilmar, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro amigo poeta Eduardo, o bom disso é a inversão climática do globo, pois, enquanto, é Primavera para vocês, ai na Europa, aqui no trópico, é Outono.
      Um abração daqui do Outono Brasileiro. Tenhas uma noite primaveril.

      Eliminar
  6. Olá, Dilmar.
    Eu simplesmente amo o outono e o inverno. São estações suaves e aconchegantes.
    Bela poesia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, então, amiga Ana, bom para nós que gostamos do outono e do inverno. Obrigado pela visita. Um abração daqui de POA. Tenhas uma boa tarde/noite.

      Eliminar
  7. Bonito!
    Por cá chegou a Primavera. Muito fia e com alguma chuva.Depois de uns dias lindos e quentinhos :/

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, certamente, logo a temperatura há de subir um pouco ai no vosso Portugal. Curta a Primavera, que uma estação linda!

      Eliminar
  8. Boa tarde Dilmar.
    Meu amigo que poema lindo para saudar outono. Meus parabéns. Um feliz outono. Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Obrigado, querida, brava, guerreira amiga Mirtes. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda tarde.

      Eliminar
  9. Ah, creio que seja o poema mais lindo ao outono que li nos últimos dias...
    Nada simples, haha...
    Convite para trocarmos nossas folhas, abrirmos mente e coração para novos frutos!... Gosto da estação e do poema, muito!

    Beijos =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nadine, obrigado pelo carinho. Um abração. Tenhas uma linda tarde.

      Eliminar
  10. Estações

    E queiramos nós ou não, sempre será assim
    Se calor fecha uma, frio abre outra estação
    Mas, muitas vezes, sem que vejamos o fim
    Primavera dribla outono e invade verão.

    Mas, inexiste ordem certa, justa e perfeita
    A qual a natureza cegamente obedeça
    Porque o calendário é mera vereda estreita
    Apenas bolado pela nossa cabeça.

    Pois não culpemos o tímido outono, então
    O qual adentra em cena bem devagarinho
    Porque, com aquela calada mansidão
    Sabe que daqui a bem pouco estará sozinho.

    Quando o rigor do inverno bater no portão
    O outono vaza de cena bem de mansinho.

    ResponderEliminar
  11. Perfeito, meu caro amigo poeta Jair, tudo é cíclico na natureza. Sobre o calendário: sua existência se justifica pela nossa necessidade de posicionamento no planeta. Obrigado pela glosa. Um abração. Tenhas uma boa tarde.

    ResponderEliminar
  12. Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Margoh. Um abraço daqui do sul. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar