sexta-feira, 5 de maio de 2017

SERES PERVERSOS

Seres perversos, reencarnados aqui,
têm causado danos inomináveis
aos cidadãos de bem deste país.
Haja vista a barbárie praticada
na cidade do Rio de Janeiro
como a queima dos coletivos
sem uma gota de remorso.
Eis apenas um dentre
múltiplos eventos
de malignidade
de todo o dia
Seres desalmados,
assaz perversos,
outros ignóbeis
até certo ponto,
por preguiça
ou desleixo;
eis a seara
de   almas
presentes
agora.




16 comentários:

  1. Pois..existe de tudo. para variar! adorei ler.

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo fim de semana.

      Eliminar
  2. Boa noite Dilmar.
    Concordo meu amigo. E existe também pessoas com sentimentos tão negativos que atrai essas almas perdidas e vez de ser uma delas que veio para Essa existência para melhorar e terminarão acumulado mas maldades. Essa semana a minha maior dificuldade foi saber não me deixar atingi e manter o proficionalismo diante de monstros humanos. Tem horas que penso que já estamos no inferno. Onde filhos matam ou país e país matam os filhos e nem remorso sentem. Fim do mundo. Um feliz final de semana. Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara, brava, amiga Mirtes; pois o país, neste momento, vive o inferno terreno. Mais importante, que ainda tem gente boa, como na blogsfera, por exemplo, onde há a permuta de energia boa .Um abração daqui do sul. Tenhas um final de semana abençoado.

      Eliminar
  3. A seres perversos,
    não quero pertencer
    escrevo alguns versos
    para quem os quiser ler.

    O faço sem preguiça,
    debaixo dum sobreiro
    a pobre formiga comia
    a açorda sem tempero!

    Porque, são coisas do destino,
    ninguém dele consegue fugir
    neste mundo grande não pequenino
    é bom viver com alegria a sorrir!

    Tenha caro amigo poeta Dilmar, uma boa noite e um bom fim de semana, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Eduardo, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo domingo.

      Eliminar
  4. Os versos dançam no céu e terminam na terra!...

    Humanos, asnos?...
    Há anos que (nos) perguntamos:
    Quando vamos (nos) amar?
    Se houvesse involução,
    Talvez, mas há é pouca ação...
    Não somos, pois, irmãos?
    Quando (ar)rumar a nossa evolução?

    Apesar de denso, sempre bom viajar em sua poesia!

    Boa noite!
    Beijos! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Nadine, obrigado pelo comentário e obrigado pelo carinho. Um abraço. Tenhas um lindo domingo.

      Eliminar
  5. Acróstico

    Enquanto o Criador ônus e bônus distribuía
    Concomitante à sua suprema obra criativa
    Ordenando bondade e maldade Ele se via
    Nalguns sítios muita feiura na matéria viva.

    Talvez a má distribuição gerasse anomalia
    Inserida em lugar bisonho ou nação festiva
    Nem tudo eram flores, pois fealdade existia
    Um local porém, ultrapassou a expectativa.

    Aí no Rio de Janeiro tudo é mais que lindo
    Logo não entendo porque não há espinho?
    Interrogas, não continues portanto sorrindo!

    No Rio de Janeiro a beleza construiu ninho
    Deixei contudo, o último mal ir distribuindo
    O que ali viver é o mais pernóstico povinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pelo acróstico. Um abração. Tenhas um ótimo domingo.

      Eliminar
  6. Pois também penso que nosso país está em pleno inferno astral, está além do suportável. Do imaginado por nós quando ainda adolescentes e jovens adultos. Quem diria, amigo Dilmar, que um dia chegaríamos a esse ponto de violência, de descaso, de deboche e de roubo gigantesco. E falta de justiça, prendem e soltam! Não sei, não... com o jeito que está aquele Supremo, já tão desacreditado!! O que falta mais? Dilmar, me falta otimismo. Infelizmente.
    Abraço, meu amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Tais, eu até entendo que tudo o que passamos e o que viremos a passar faz parte da programação, entretanto, em determinados momentos, penso comigo, porque não reverter a situação, digo, por que não ser menos ruim? Por que não retirar a maldade do coração. Mas, parece que, infelizmente,
      os indivíduos malévolos deste país se realizam e muito praticando o mal.
      Um abraço. Tenhas um ótimo domingo. Ah, o bom é que aqui a na blogsfera, procuramos, todos, distância do mal.

      Eliminar
  7. infelizmente nossa realidade é essa, cada vez menos o senso de solidariedade e amor ao próximo se mostra presente no nosso cotidiano. Uma tristeza!
    Tenha um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, cara Vanessa, importante que conservemos o bem no nosso coração. Um abraço. Tenhas um lindo domingo.

      Eliminar
  8. Oi Dilmar,
    Isso tudo, me dá uma vergonha!
    Meu amigo diz e repete: "Nosso país não tem mais jeito"
    Eu, sinceramente espero, que tenha!
    Precioso texto!
    Feliz fim de semana!
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Jossara, jeito tem ou jeito teria desde que todos deixassem a maldade para trás. Tudo depende de querer. Se as pessoas que andam no caminho torto decidissem agir de forma correta, o país seria bom!

      Eliminar