terça-feira, 3 de janeiro de 2012

DEVANEIOS

Era fim de primavera
e uma brisa suave
ventilava o semblante
da tarde nublada.

Eu me deslocava devagar
pela calçada arborizada
Naqueles instantes, meu cérebro
era um conjunto vazio de idéias.
Eu degustava a tranquilidade
desses momentos raros
em que o ego silencia
e o Ser flui...
São dádivas sublimes
que a existência oferece
vez em  quando...

De repente um beijo no rosto;
fui retirado das águas
do oceano interior
pela flor do jacarandá
que ao cair roçou de leve
a pele da minha face..

63 comentários:

  1. Nossa, que delicado, Dilmar!
    Lindo!
    Aproveito para te desejar um excelente 2012, repleto de saúde e paz!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. oi Dilmar
    que linda poesia, um ótimo dia meu amigo bjs

    ResponderEliminar
  3. Amiga Lú, obrigado. Também desejo a ti e ao teus familiares um um lindo e maravilhoso 2012.

    ResponderEliminar
  4. Amiga Lúcia, obrigado.
    Tenhas um lindo dia, uma linda semana e um lindo ano.

    ResponderEliminar
  5. Lindo, lindo, lindo, querido amigo Dilmar, grande poeta!!! Poema especial, com destaque deste fecho tão inspirado...
    Abraço , amigo

    ResponderEliminar
  6. Veja, Dilmar: o Blogger fez as pazes comigo!!! Estou conseguindo postar comentários novamente!!!
    Como diz a meninada: EBA!!!

    ResponderEliminar
  7. Dilmar, adorei ter comentado no meu blogue. Certamente, depois disso, aquele espaço tornou-se, mais agradavel.
    Estou lhe seguindo no seu blogue
    Felicidades, sempre....amigo

    ResponderEliminar
  8. Adorei o despertar do devaneio. Seu poema é leve e muito gostoso de se ler.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. UMA PITADA RSRRSS O OCEANO INTEIRO...TEU POETAR É LINDO! BEIJOSS
    Excluir comentário de: O Asteroide

    Saudade é um abraço do tempo.
    FICO AQUI SEGUINDO-TE SE QUISER APAREÇA
    http://gotaspoesiarosialves.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. No silenciar tudo é possível, a vida fica com mais aromas... lindo, seu poema.

    beijinhos
    oa.s

    ResponderEliminar
  11. O beijo! E que beijo sublime recebido de uma flor. Um beijo assim chega com ares de maravilhas incendiando idéias, com brisas incríveis e primaveris!
    Grande Abraço, meu Amigo!

    ResponderEliminar
  12. Linda sua poesia Dilmar.
    Um silencioso beijo no rosto! O roçar da folha caindo com a sensação de um beijo.
    Encantou-me sua poesia.
    Um ótima semana também para você e um 2012 pleno de paz, saúde e harmonia.
    Deixo meu carinhoso beijo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderEliminar
  13. Devaneios..adoro...e o seu é lindo!Beijo

    ResponderEliminar
  14. Oi Dilmar, voltando com saudades para apreciar teus versos.
    Bom devanear, sempre lindos poemas se constroem e são dádivas sublimes mesmo não é?
    Desejo á ti um feliz 2012 e uma ótima semana, beijos

    ResponderEliminar
  15. Lindos versos, principalmente o final inspiradíssimo de um beijo de flor.
    sentidos aguçados e coração elevado...
    Beijos :)

    ResponderEliminar
  16. Dilmar,que prazer ler seus poemas!
    Assim que eu voltar das férias serei mais assídua para ler tudo de bom que há em seu lindo blog!
    Versos lindos! Estou encantada com coisas lindas que a mãe natureza tem a nos oferecer!
    Perfeita sintonia!
    Abraços!
    Ivone

    ResponderEliminar
  17. Olá meu querido, é muito bom começar o ano lendo coisas boas como essa poesia. Há tempos não tenho me permitido o prazer de me sentir beijada pela natureza, presa que estou ao concreto das obrigações. Mas o que apresentas é um convite para se entregar a paz e a alegria das coisas simples. Obrigada pela sua participação no meu Blog, entendeu muito bem os meus sentimentos. Um abraço e um ano novo assim... cheio de poesias, amor, alegrias, saúde e paz.

    ResponderEliminar
  18. Olá Dilmar! Vi o link do seu blog
    no blog do Luiz Alfredo e vim aqui
    conferir o conteúdo e só posso te
    dar parabéns por seus belos poemas!

    Grande abraço,
    Bruno

    ResponderEliminar
  19. Amiga Zélia, é com enorme prazer que recebo tua visita e as palavras carinhosas e gentis, acho que acima do meu merecimento. Também estou feliz por tu teres conseguido fazer a conexão. Tu sabes que eu também não consigo conectar alguns blogs e isso aborrece-me, mas fazer o quê se a nossa internet não é melhor do mundo.
    Um grande abraço. Tenhas um maravilho ano de 2012.

    ResponderEliminar
  20. José Maria, obrigado pela visita e obrigado pelas palavras gentis e carinhosas.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  21. Eric, obrigado pela visita. Volte sempre que quiser. Um abraço. Tenhas um ótimo dia.

    ResponderEliminar
  22. Amiga Marilene, obrigado pelas palavras gentis.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  23. Amiga Rosi, Obrigado pelas palavras carinhosas e gentis. Obrigado por me seguir.
    Um abração. Tenhas um ótimo dia.

    ResponderEliminar
  24. Oceano azul, obrigado pela visita. Volte sempre que quiser.
    Um abraço. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  25. Amigo Machado de Carlos, obrigado pelo comentário poético.
    Um abraço. Tenhas um ótimo dia.

    ResponderEliminar
  26. Amiga Paraguassu, obrigado pelo comentário delicado e carinhoso.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  27. Lucas, obrigado pela visita. Volte sempre que quiser.
    Um abraço. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  28. Amiga Tânia, obrigado pelo comentário elogioso e gentil.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  29. Amiga Isa, obrigado pela comentário delicado e gentil.
    Um abração. Tenhas um maravilhoso ano.

    ResponderEliminar
  30. Amiga Jeanne, obrigado pelo comentário delicado e gentil.
    Um abração. Tenhas um lindo e maravilho ano de 2012.

    ResponderEliminar
  31. Ivone, obrigado por teu comentário elogioso e gentil.
    Um abração. Aproveite as férias. Sejas feliz.

    ResponderEliminar
  32. Amiga Ivana, obrigado pelo comentário delicado e gentil. A natureza tem muito para nos oferecer, mas nós, ingratos, a destruímos sem nenhum remorso.
    Um grande abraço. Tenhas um lindo e maravilhoso ano.

    ResponderEliminar
  33. Oi Dilmar, que delícia ler esse poema. E foi tão bom que precisei reler rs.

    São versos tão delicados, encantados e de um lirismo velado que aproveitou e desenhou imagens tão palpáveis.

    Obrigada por este momento gostoso nesse começo de ano.

    Passando tb pra te desejar um 2012 recheadinho de paz, saúde, alegrias e prosperidade.
    Deus te abençoe meu poetamigo!
    beijão da Lu

    ResponderEliminar
  34. Bruno, obrigado pelas tuas palavras elogiosas e gentis. Volte sempre que quiser. Obrigado por me seguir.

    ResponderEliminar
  35. Dilmar nossa vida é um corre-corre, costuma visitar os blogs quando posto no meu, falta de tempo total. Atrasado, vim deseja um feliz ano de 2012 e muita inspiração de Deus pra você continuar escrevendo esses textos incríveis. Paz e saúde! :)

    ResponderEliminar
  36. Olá, Dilmar. Passando por aqui. Gostei muito do seu cantinho! Lindo poema. Delicados versos! Adorei passar por aqui. Deixo meu abraço e feliz 2012 com paz saúde e grandes realizações!

    ResponderEliminar
  37. Dilmar lindo seu poema, pois em cada estação podemos desfrutar da beleza, do silêncio, da magia, do amor caindo levemente em nós...

    Que seu Ano Novo de 2012 seja cheio de coisas boas e grandes virtudes, grande amor, grande prosperidade, saúde,paz e harmonia.
    Abraços
    Giovanna

    ResponderEliminar
  38. Dilmar saiba que a recíproca é verdadeira .
    Encontrei aqui um cantinho agradável , poético ...Um céu de poesia.
    Um ano cheio de cores , sabores, flores e muita poesia.
    Abraços da Lu

    ResponderEliminar
  39. Querido Dilmar,só os extremamente sensíveis perceberiam este "beijo". Belo e doce poema.
    É sempre muito agradável estar aqui e desfrutar da tua sensibilidade e do teu talento que transforma o cotidiano em poesia.
    Monte de beijos

    ResponderEliminar
  40. Bom dia amigo Dilmar! Luz na tua vida sempre!
    "Eu degustava a tranquilidade
    desses momentos raros
    em que o ego silencia
    e o Ser flui..."
    Fico aqui "degustando" esse momento de paz e tranquilidade que me proporcionou tua poesia!
    Obrigada, muitoooo lindoooo! Um abraço!

    ResponderEliminar
  41. Amiga Lú, que bom que tu gostaste! Obrigado pelas palavras carinhosas.
    Um grande abraço. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  42. Amiga Patricia, realmente, nem sempre a gente consegue visitar todos os blogs, pois demanda tempo e nem sempre o temos inteiro a nossa disposição. Obrigado por teres vindo aqui.
    Um abraço. Também desejo a ti um lindo e maravilhoso 2012.

    ResponderEliminar
  43. Cidinha, obrigado pela tuas palavras carinhosas. Obrigado por me seguir.
    Um abração. Tenhas um lindo ano.

    ResponderEliminar
  44. Oi, Dilmar!
    A paz do ego em silêncio! Rara tranquilidade, tantas vezes desejada, tantas vezes perdida...
    beijo

    ResponderEliminar
  45. Amiga Giovanna, obrigado pelo teu comentário sensível.
    Um abração. Também desejo a ti tudo de bom neste ano.

    ResponderEliminar
  46. Luciana, obrigado por ter vindo aqui.
    Um abração. Tenhas um lindo dia e um maravilhoso ano.

    ResponderEliminar
  47. Amiga Elzinha, obrigado pelas palavras tão amáveis e tão gentis.
    Um abração.

    ResponderEliminar
  48. Amiga Nyce, que bom que tu gostaste.
    Obrigado pelas tuas palavras tão amáveis e carinhosas.
    Um abração.

    ResponderEliminar
  49. Amiga Sexo, obrigado pela visita. Volte sempre.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  50. Desculpe entendi errado,pensei ler conheço seu nome rssss.A propósito não vi você na minha lista de seguidores.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  51. Olá Dilmar!
    Já li o Mundo de Sofia e gostei.Não acrescentei mais livros na minha lista.Amo ler e escrever.
    E quando escrevemos algo, imagino que seja como os filhos,criamos para o mundo.
    Grande abraço e obrigada por seguir-me.

    ResponderEliminar
  52. De nada amiga. Eu também gostei muito do Mundo de Sofia. Provavelmente tu já leste Hermann Hesse. Gosto especialmente de dois livros dele: O lobo da este e Demian.
    Um abraço. Tenhas uma linda tarde/noite.

    ResponderEliminar
  53. Que lindo poema! Quem não gostaria de viver esse momento tão intenso e simples ao mesmo tempo. Deixar ser tocado pela natureza, sentir seu perfume, sua beleza e seu frescor...a alma agradece. Bjos. FELICIDADES.

    ResponderEliminar
  54. Teu poema tem tudo o que sensibilza a alma ao lê-la: a introspecção de um ser que caminha pelas alamedas da vida, interiorizado, quando é chamado, desperto pela Vida cá fora, estuante de vibração e cor, delicadeza e amor de uma singela flor de jacarandá , produto de robusta verde e altaneira como o próprio existir!

    Amei a sua visita ao Sementes Precisosas. Também , por isso , estou aqui!

    Beijos!!

    ResponderEliminar
  55. Amiga Simone, obrigado pelas tuas palavras delicadas.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  56. Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
    Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
    estou para 2012.
    É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
    fizermos nossa parte.
    E a esperança não ilude, porque o amor de
    Deus foi derramado sobre todos nos.
    Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
    e sim de esperança num amanhã mais feliz.
    Um feliz final de semana.
    O primeiro de 2012.
    Muita paz muito amor para você.
    Beijos no coração.
    Evanir..

    ResponderEliminar
  57. Boa noite meu amigo querido!
    Muito lindo seu poetar...traz o símbolo de capacidade e sensibilidade conjugado...
    bjs de boa noite!

    ResponderEliminar
  58. Amiga Centelha Luminosa, obrigado pelo teu comentário gentil, delicado e sensível.
    Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  59. Dilmar querido, simplesmente, um deslumbramento!
    Bom demais poder estar aqui e ser sempre tocada no coração.
    Bjão

    ResponderEliminar
  60. Era fim de primavera
    e uma brisa suave
    ventilava o semblante
    da tarde nublada...

    Ah.. que poesia agradável de se ler caro Dilmar! De um modo geral percebo que seus poemas, demonstram ter tanto de ti, são de tamanha beleza e naturalidade! Vim agradecer a visita lá no meu blog! Tenha uma tranquila noite! Fica em paz! Abraços! =)

    ResponderEliminar
  61. Um poema que afaga a alma de quem lê...cala fundo! Parabéns por tamanha sensibilidade! Um abraço e obrigada por seu carinho em meu blog, fiquei feliz!

    ResponderEliminar