sábado, 28 de janeiro de 2012

OLHOS PARA VER

Depois de muitos anos
passando pela mesma rua
descobri numa tarde de sábado
que nunca lhe dera a devida atenção.

Acordei para um mundo à parte,
quando fui surpreendido por uma criança
que passava por ali naquela tarde:
tio, tu tá vendo as flores bonitas
(são de jacarandás)
caindo das árvores sobre as calçadas,
formando um tapete lindo e colorido?

Gente, que sensação de desprezo por mim,
senti naquele instante!
O menino vendo minha cara embasbacada de idiota,
quis saber o que estava acontecendo.
À medida que eu me recuperava do impacto
do soco desferido pela sabedoria daquela criança,
fui perguntando: quando ele vira a beleza do lugar
e a resposta veio de pronto:
- Da da primeira vez que passei por aqui,
foi quando mostrei ao meu pai toda essa maravilha
e todo esse cheiro gostoso derramado no ar,
então, ele disse que caminhava há muitos anos por essa rua,
mas sempre com o pensamento distante,
não percebia o espetáculo da natureza,
porque não tinha olhos para ver.





















35 comentários:

  1. Não ter olhos para ver, realmente, meu prezado amigo, é uma condição muito ruim! Nos priva do que certamente á mais belo nesta vida curta que possuimos!
    Belo texto!
    Muita Paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Cristiano.
      Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  2. Diz o poeta: o sentir com os olhos... ta explicada a poesia. Ver com os olhos, somente, quase nada enxergamos.
    Linda mensagem, Dilmar querido.
    Bj grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Ira.
      Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  3. Amei a mensagem amigo poeta!!!
    bj..bom final de semana a vc!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Ma.
      Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  4. Olá Dilmar. É preciso ter olhos e coração para percebermos a beleza dos detalhes. Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Maria José.
      Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  5. Porque não tinha olhos para ver.

    Quem me desferiu um golpe agora foi você.
    Lindo, lindo!

    Abraço, rei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amigo Marcelo.
      Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  6. Achei muito bacana esse episódio, um alerta para abrirmos os olhos e curtirmos tanta beleza ao nosso redor, que nem sempre percebemos, bom final de semana, Dilmar, abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Eva, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  7. Amei. Muitas vezes não temos olhos para ver a beleza por trás de tudo que vemos. Falta olhar de uma forma diferente. Um ótimo final de semana. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melo, agradeço a visita e o comentário.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  8. Bela mensagem para reflexão. Sinceramente... isso sempre acontece comigo e fico muito mal quando percebo. Você sempre sabendo nos passar uma bela história.
    Um beijo e excelente semana Dilmar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elzinha, agradeço a visita e comentário composto de palavras generosas.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  9. Talvez o segredo, a "pegada" de viver seja esse: ter olhos para ver o essencial da vida.Vou olhar MAIS as flores caídas nas calçadas.(já faço isso...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e obrigado pelo comentário.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  10. Por isso nunca devemos de perder a criança que vive em nós, só ela consegue ver a simplicidade e é na simplicidade que reside a felicidade.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a visita e sábias palavras.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  11. Os olhos são a janela da alma,
    um bom domingo a vc meu amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeito, amigo Andy.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  12. Infelizmente a maioria de nós anda no automático, pensando nos afazeres da vida e esquecendo o espetáculo da natureza...
    Beijos :)
    Te convido a conhecer meu novo blog:
    http://docesefemeridades.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certamente, amiga Jeanne, andamos meio autômatos em meios belezas.
      Um abraço. Tenhas uma linda semana.
      Vou aparecer no teu novo blog.

      Eliminar
  13. Lindo, reflexivo e muito poético. Abraços amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Regina.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  14. Boa noite amigo Dilmar! Passando para desejar uma semana abençoada! E realmente, muitas situações semelhantes a essa, se apresentam no nosso dia a dia... "Olhos de ver e ouvidos de ouvir"... Estamos aprendendo! Abraçoss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Nyce.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  15. É a vida em passos largos. Quando isto acontece, é hora de diminuir os passos, caminhar em passos lento e da janela da vida olhar o que temos dos lados, ver o que nos acompanha, e quem estar a nossa volta. No meu quintal sempre tenho pardais, bem-te-vi, e outros. . .
    coloco paiço, água e frutas todos os dias. São os pardais mais comuns e importantes do mundo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  16. Amiga Janice essa maneira de interagir com a natureza eu chamo de sabedoria. Tu estás de parabéns!
    Um grande abraço. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  17. Muitas vezes andamos pelas calçadas da vida, somente preocupados com os nossos afazeres, as nossas tribulações e não damos espaço para contemplar a beleza que a vida nos proporciona... assim seria mais alegre o nosso caminhar e a vida mais prazerosa a cultivar...

    lindo seu poema e para fazer nos refletir e apreciar os caminhos que percorremos.

    Abraços pra ti
    Giovanna

    ResponderEliminar
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  19. Olá Querido Dilmar! Que poema sublime!!
    Na verdade, todas os seus poemas são maravilhosos!
    Você tem uma maneira totalmente particular de faze- los, cada uma melhor que o outro! sabe o que é curioso em sua identidade poética? Seu jeito singelo e descritivo de compor suas inspirações, dando assim um curioso diferencial!
    Amo vim aqui me embeber dos ensinamentos que encontro aqui. Aí você me pergunta.. Ensinamentos? Como assim?
    Sim, ensinamentos, por exemplo, este poema, faz com que seus leitores reflitam a forma com que percebem o mundo, fazendo os valorizar aqueles pequenos detalhes magníficos da natureza, que pela correria do cotidiano, acabamos não prestando atenção.. E é de estrema importância o ser humano prestar atenção a esses detalhes, afinal, fazemos parte da natureza e sua simplicidade tem o 'poder' de tocar e até fazer transformações em nosso interior. Basta apenas, que prestemos atenção a ela.

    Obrigada pela visita em meu cantinho, você é e será sempre bem vindo por lá!
    Tenha uma tranquila e alegre tarde!
    Beijocas! ^^

    ResponderEliminar
  20. Sou e sempre serei sua amiga.
    A amizade é como uma planta que
    precisa todos os dias ser cultivada.
    Quero sempre estar pertinho de você
    deixando a marquinha que estive aqui no seu blog.
    A amizade verdadeira é isso desejar estar perto
    sem medir sacrificios acariciando o
    coração amigo.
    Beijos no coração.
    Sua amiga fiel para sempre.
    Evanir..
    Verdade grande amigo quantas vezes não vemos a beleza que Deus nos agraciou .
    Mesmo tendo boa visão muitas vezes estamos de olhos vendados para o mundo.

    ResponderEliminar
  21. Que lindo poema Dilmar, adoro ver, sempre percebo muitas coisas, acho que pelo meu dom de sensitiva, adoro prestar atenção em tudo.
    As crianças são assim,veem muito além, eu via, me lembro bem e não quero nunca esquecer, nunca!
    Abraços amigo sensível!
    Ivone

    ResponderEliminar