A minha Lista de blogues

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A MODA

Quem anda na moda
não se incomoda,
eis o lugar comum,
mas quem preferir o brilho da vitrine
terá de arcar com o ônus da opção.

Coloquei piercings nos lábios,
na língua, nas partes.
Tive dificuldade para mastigar,
para dormir, para fornicar...
Mas não fiquei incomodado.
Eu estava na moda.

Eu passava os verões seminú
nas areias da praia...
Minha namorada vestia
um biquini invisível
e a nossa pele fritava...
mas a gente não se incomodava
nem um pouco.
O bronze estava na moda.

O primeiro cigarro que eu pus na boca
causou-me uma sensação desagradável.
O gosto picante e aquele cheiro
de borracha queimando
embrulhou-me o estômago
e arranhou-me os nervos,
mas era importante superar o mal-estar
e aderir ao vício, para acompanhar os guris da galera...
O meu primeiro porre foi um nojo;
vômito, asco, ressaca...
Ah, mas a gente era jovem,
necessitava de afirmação perante ao mundo...
Naquele tempo garoto que não fumava e não bebia
era careta assumido,
e a caretice estava fora de moda...

Na minha juventude,
não entrava em lojas tradicionais,
só consumia os panos transados
das boutiques de marca.
Eu comprava a grife,
eu estava na moda,
eu curtia a onda...

Nos ciclos transitórios da vida,
um dia a gente se acomoda,
a gente envelhece, a gente cansa...
a gente sai de moda!

52 comentários:

  1. Isso ai amiga Fatima, é bonito, mas sem exageros.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  2. Olá; uma poesia do jeitinho que gosto, de versos simples e fácil de se entender...rs; *essa não sai de moda.

    FINAL TRISTE, POR QUE ?
    TUDO VIDA SE TRANSFORMA COM A IDADE, SÓ...
    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Mery. Acho que não é tristeza, mas conformismo.
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  3. Não existe moda! Só moderações!

    Belo poema!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, amigo Cristiano.
      Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  4. Esse negócio de seguir qualquer modismo pra se sentir aceito é a coisa mais fora de moda que existe.A verdadeira moda é fazer o que se quer ,se tem vontade e nada de ser "marias vai com as outras"...talvez na velhice alguns se tornam mais espontâneos e originais.
    Dilmar,posso indicar seu texto pra uma amiga por no blog, ser ela colocar terá os devidos crédito é claro e te avisarei.
    Boa semana, adoro vir aqui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Patrícia, no meu tempo da minha juventude o modismo pegava pesado. Claro que pode indicar a tua amiga. Sem problemas.
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  5. Amei...
    tem tudo a ver com o blog,
    pq fala sobre moda e modos,
    parabéns!!
    perfeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga não sou contra a moda, que é uma coisa legal. Hoje, sei que o problema são os modismos, os vícios, etc.
      Um abração. Tenhas uma ótima noite.

      Eliminar
  6. kkkkkkkk....falou tudo migo e falou bonito. Verdades de juventude iludida na auto afirmação, hoje somos ultrapassados e caretas, e até eu me sinto assim. Isso faz sentir maior ainda o peso da idade que me sinto muitas vezes chegando ao 100 por causa da bagagem. Chego ao ponto de deixar minha filha de 10 anos escolher algumas roupas pra mim só pra ela me fazer ser mais jovem, se deixar compro roupas de vovó....kkkkk.bjim e lindo dia pra vc e os seus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga tudo, tem seu tempo, e cada fase da vida, suas características. Na juventude, naturalmente, cometemos muitos exageros, mas à medida que amadurecemos, vamos aprendendo...
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  7. SEmpre surpreendentes seus textos amigo. Sábias palavras. Isso de moda é uma febre da juventude. Mas com o tempo tudo passa. Mudam-se os valores... Muito bom te ler. Bj carinhoso. Grata sempre pelas visitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Regina, obrigado por tuas palavras generosas. Realmente, com o tempo vamos aprendendo...
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  8. Adorei seu texto!Sabe 'moda' pra mim é ser feliz!Então não importa em que idade estamos não é mesmo?Beijo grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amiga Tânia. Também acho que a idade não importa. O importante é ser feliz.
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  9. Lindo. "Nos cílios transitórios da vida", tudo podemos ver. Um ótimo dia. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, amiga Marcia Melo.
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  10. Amigo, para mim, moda só se for uma boa moda de viola... Essas coisas modernosas não me cabem...
    Muito bem escrito. Abraços e grata pela sua visita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, amiga Mallu.
      Um abração. Tenhas uma linda noite.

      Eliminar
  11. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....PIRCINGS NAS PARTES,NÃO CONSIGO FURNICAR KKKKKKKKKKKKKKKKKKK GENIAL,JÁ NISSO PENSEI AUSSI!

    HUGS!

    REGININHA E RICARDÃO!

    VIVER É SIM PURA MAGIA, COMPACTUANDO AMIZADE,REBENTA A BOCA DO BALÃO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigos Regina e Ricardo, obrigado pela visita.
      Um abração. Tenham uma linda noite.

      Eliminar
  12. Não entendo de moda . A moda nunca foi o meu forte.
    Sempre faço e uso o que acho que está bem.
    Sempre simples e com menos erros.
    Um beijão.

    ResponderEliminar
  13. Amiga Janice, isso é o que eu chamo de sabedoria.
    Um abração. Tenhas uma linda noite.

    ResponderEliminar
  14. Obrigado querido,
    pelo carinho de sempre lá no blog,
    bom dia!

    ResponderEliminar
  15. Olá amigo Dilmar. É tão BOM sair da moda. É tão BOM não mais necessitar da aprovação dos outros. É tão BOM sermos nós mesmos. Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga maria José, é bom sermos autênticos!
      Obrigado pela visita. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  16. rsrsrs
    Mto bom, Dilmar!
    Nem é preciso ser "velho" para se sentir "inadequado"...
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lú, obrigado pela visita.
      Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  17. É verdade, quando somos jovens temos essa preocupação de estar na moda, essa necessidade de autoafirmação. Com a maturidade, compreendemos q não importa o exterior, o importante e termos paz interior. Muita paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Denise, usaste as palavras corretas: o interior é mais importante que o exterior.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  18. Excelente relato do cotidiano! Gostei Dilmar!
    Mas saiba que nem todos os jovens pensam ou agem dessa forma! Abração! ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei querida! Existem jovens que possuem personalidade e não se escravizam aos modismos.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  19. Que bom que um dia tudo se acalma e aí vemos que a verdadeira alegria está em sermos nós mesmos, únicos e felizes!
    Amei o texto, abraços amigo!
    Ivone

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeitamente amiga Ivone, feliz o dia em percebemos que a alegria está dentro de nós.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  20. Muito bom Dilmar. Divertida descrição dos momentos de vida da maioria de nós. A fase jovem e suas ilusões e a maturidade com suas verdades.
    Grande beijo meu amigo e tenha um lindo dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amiga Elzinha, pela visita e obrigado pelo comentário.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  21. Ainda bem que existe a poesia que funciona, muitas vezes, como válvula de escape, pra nos arejar a alma, da ditadura dos modismos, das novidades esdrúxulas que o cotidiano tenta nos impor...
    E , você Dilmar,m versou sobre o tema de forma descontraída e bonita, gostei muito!

    Excelente quinta feira pra todos nós!

    Abraços!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Centelha, algumas vezes, a gente consegue poetizar sobre as coisas que acontecem na vida das pessoas, e os modismos mexem com o ser humano desde os tempos antigos...
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  22. Bom dia amigo,
    uma excelente quinta-feira a vc!!

    ResponderEliminar
  23. A moda é uma forma de limitar a liberdade de cada um, só cai nela quem não tem vontade própria.

    Gostei de o ler
    abraço
    cvb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza, amiga Oceano.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  24. Oi Dilmar, ainda prefiro estar fora de moda mas dentro da minha autenticidade rsss sem padrões e regras que tolhem o nosso viver.
    Estou voltando e com saudades de todos os amigos
    Desejo á ti um ótimo fim de semana, beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Isa, saudamos o teu retorno à blogsfera. O importante é ser autêntico.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  25. Respostas
    1. Olá amiga Mari. Obrigado pela visita.
      Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  26. Querido amigo, a gente não sai da moda a gente cria bom senso e graças a Deusssssss evolui!!
    Ainda bem que somos seres em construção ou ainda fritariamos ao sol, e outras coisas.
    Super texto em forma de poesia real!
    com carinho
    Hana

    ResponderEliminar
  27. Hana, obrigado pela visita e obrigado também pelo comentário.
    Um abraço. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  28. E quando saimos da moda, encontramos o prazer em coisas simples, na autenticidade e na verdade. Viva a maturidade!

    ResponderEliminar
  29. Querido Amigo.
    Uma boa reflexão para entendermos
    a maneira mais facil de ser feliz.
    Estou aqui para deixar meu carinho desejar um feliz Domingo beijos na sua alma.
    Evanir.

    ResponderEliminar