terça-feira, 13 de outubro de 2015

CHUVA É BOM, MAS DEMAIS...

Após vários dias escuros
sendo cumprimentado pela chuva
fui surpreendido, hoje de manhã,
pelo sol dando-me bom dia

Mas segundo os meteorologistas
amanhã voltará chover bastante
aqui na região metropolitana
já embaraçada pelas cheias.

Eu amo chuva em condições normais,
mas agora a situação está periclitante.
As águas do Rio Guaíba estão subindo
e com mais caldo poderão transbordar.

A mídia até está remexendo nos arquivos
de duas cheias históricas aqui de Poa:
a de sessenta e 67 e a de quarenta dois.

Por motivos óbvios lembro-me apenas da última
quando o velho Guaíba espraiou pelas ruas adjacentes
criando um clima de filme de dilúvio.

Em quarenta e dois eu ainda não estava aqui, nasci depois,
mas dizem as águas do lago, enfurecidas, invadiram a cidade
que os barcos  conduziam as pessoas pela rua da Praia.

Nota. Aviso aos navegantes: a água já transbordou em alguns locais próximos ao Rio Guaíba (na verdade, nosso rio é um lago, belo lago,  mas é chamado de rio), já transbordou na zona sul, Bairro de Ipanema e arredores, no Cais, partes da Voluntários, etc... No Centro Histórico, na volta do Gasômetro a água já cobriu em espaço considerável.
Não conheci a cheia de quarenta e dois, pois nasci em 52, mas vi alguns vídeos estarrecedores em  que a água tomou boa parte da rua da Praia, aquela parte junto aos quartéis, a  Av. Mauá, Siqueira Campos, 7 de setembro, inclusive a praça da Alfândega, enfim, ali era extensão do rio, naqueles dias.
Pior que alguns sites preveem para 4ª e 5ª feira mais 100 milímetros de chuva aqui para Porto Alegre e proximidades. Imaginem, se a situação já está critica, com mais água, então?








23 comentários:

  1. Meu amigo, logo cedo assisti a reportagem, estão em estado de atenção, entendo muito bem a sua apreensão, pois tudo o que é demais não queremos né mesmo?
    Eu também amo chuva, mas quando há enchentes por aqui, São Paulo fica uma calamidade, moro em um lugar alto, mas tenho de sair de carro e nem sempre se pode sair assim, sem saber como vai ficar o tempo.
    Tomara que a previsão seja "furada" aqui disseram que ia chover e não choveu,portanto...Que dê tempo das águas fluírem sem grandes danos!
    Abraços amigo sempre querido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário. Tomara mesmo que esta previsão seja furada! Um abração daqui de Poa. Tenhas, sei que terás, uma linda semana.

      Eliminar
  2. Intempérie

    Gosto da chuva pingando no telhado
    Como perguntando se estou antenado
    Pois a chuva molha corpo e lava alma
    E essa ansiedade sem peias acalma.

    Gosto dessas nuvens pintadas no céu
    Que desafiam as certezas do incréu
    Neles se veem peixes e carneirinhos
    Que talvez indiquem outros caminhos

    Também impressiona essa natureza
    Pela amplitude da vasta diversidade
    A qual exalta a solidez da sua beleza

    Uma coisa diga-se a bem da verdade
    Apreciar tal mostra nos dá a certeza
    Que tudo está além da nossa vontade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pela enxurrada de poesia; desta chuva nós, amantes dos versos, gostamos e muito. Realmente, chuva pingando no telhado é muito bom! Um abração. Tenhas uma semana ensolarada.

      Eliminar
  3. Limerique

    Lance fora a mortalha aborrecida
    Que te oprime numa dor sem saída
    Abra janela ao frio vento
    Que lava esse sentimento
    E corra na chuva, prá sentir a vida!

    ResponderEliminar
  4. Limerique

    No meio da tempestade, quem eu sou?
    No meio da umidade o que restou?
    Se o mal já está feito
    Então não há mais jeito
    Sequemos o dia que a chuva molhou.

    ResponderEliminar
  5. Haicai Crendice

    Siga o conselho
    Chuva com trovoada
    Tapar o espelho.

    ResponderEliminar
  6. Recado

    Chovendo lá fora, eu aqui prisioneiro
    Há na chuva a premência aborrecida
    Uma mandona neste planeta inteiro
    Vem, molha o chão e aborrece a vida.

    Age mansa, diluvial ou em aguaceiro
    Alivia estiagem, mas quando incontida
    Benfazeja, até árido solo virar atoleiro
    O que acaba gerando raiva estendida.

    Receio que a chuva está dando recado:
    Revejam, seres egoístas, seus valores
    E vejam que este paraíso nos foi dado
    Contudo, agora são néscios poluidores.

    Ignoram o futuro, presente e passado
    Deixam tudo como teatro de horrores
    Agora, me vejo chovendo no molhado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, agradeço muito vosso despreendimento ao agraciar-me estes excelentes e oportunos poemas. Muito obrigado. Um abração. Tenhas uma semana de sol.

      Eliminar
  7. Tem chovido muito por aí., mas certamente, daqui a pouco virá um período de Sol. Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Élys, obrigado pela visita. Realmente, passará, pois tudo passa, mas o que está me preocupando é a situação das pessoas que residem em locais invandidos pela água. Eu, felizmente moro em local alto,mas àqueles que foram atingidos ou que poderão sê-los é que angustia.
      Um abração. Um abraço daqui de Poa. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  8. Minha Nossa!!
    Tudo o que é demais faz prejuízo... Aqui ultimamente quando chove, ficam vários pontos do País em alertas.

    Gostei de ler.

    Beijinho de boa noite

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui de Porto Alegre, sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  9. O que é bom faz falta,
    a chuva não fica de fora
    quem quiser zaragata
    que saia já porta fora.

    Quando muita está a mais,
    por fezes causa inundações
    destruições podem ser fatais
    falsos amores destroem corações.

    Aqui também já chegou a chuva,
    que há muito tempo era desejada
    se o que é bom pouco tempo dura
    o menos bom aparece daí a nada!

    Tenha amigo Dilmar, uma boa noite, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Eduardo, obrigado pela visitas de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  10. Infelizmente, minha vida está uma correria sem fim e por isso quero pedir desculpas aos amigos, pois estou sem tempo para postar e para visitar os blogs que tanto estimo.
    Em breve entrarei voltando à normalidade.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Ani, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  11. Bom dia, Dilmar...realmente as chuvas estão atrapalhando, causando muitos transtornos...dias e dias sem parar, até para quem gosta de dias de chuva, como eu, está demais. Que as próximas sejam amenas e menos duradouras, assim espero/desejo! Adorei teu poema, tua inspiração e tua sensibilidade, versando sobre o assunto! Um grande abraço, ania..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Ania, obrigado pela visita. Certamente, as enxurradas serão passageiras e os dias azuis voltarão. Um abraço. Tenahs uma boa noite.

      Eliminar
  12. Desejo aos amigos do Sul que as chuvas se acalmem, visto que elas são benéficas. Nada como uma chuvinha mansa! Muita paz!

    ResponderEliminar
  13. OI DILMAR!
    POIS É, A SITUAÇÃO É BEM RUIM, O DIA DE HOJE FOI BASTANTE APREENSIVO AQUI EM PORTO ALEGRE COMO BEM SABES, ESPERO QUE AMANHÃ TUDO MELHORE E QUE ESTA IMENSIDÃO DE DESABRIGADOS TENHAM O CONFORTO DO SOL PARA TENTAREM COLOCAR SUAS VIDAS UM POUCO EM DIA. QUE DEUS QUEIRA.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Espero que a situação de muita chuva já tenha diminuído. Hoje na zona
    onde resido(perto de Lisboa) também tem chovido bastante e muito vento.
    Desejo que o amigo se encontre bem.
    Abraço, amigo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  15. Extremos do Brasil, uma região chovendo além do normal e outra pegando fogo sem um sinal de gota no céu (Nordeste), aliás o clima está totalmente alterado por causa muitas vezes das ações dos humanos. Aqui no Rj a semana inteira de calor e hoje com garoa (estilo SP) e frio, vá entender? Bom Dilmar, desejo que essa fase de chuvas no Sul acabe e que volte tudo ao normal, força pra todos. Bjs

    ResponderEliminar