sábado, 24 de outubro de 2015

TUDO VIRA EM PIZZA


A pizza não não nasceu no país da bota
como é apregoado por ai,
mas lá no remoto domicílio do faraós.
O povo hebreu também a conhecia,
mas pelo nome de pão de Abraão.
Depois passeou pela Turquia e adjacencias,
e durante as cruzadas desembarcou na Itália,
mas no século dezenove os italianos a revestiram
de cobertura moderna e colorida e a exportaram
para o deleite de outros povos do mundo.
Aqui no Brasil ela é bem tolerada por toda gente,
mas os políticos, de modo geral, a amam demais.
Qualquer dia trocarão o nome do congresso nacional
para o festivo nome de Pizzaria Brasil.


6 comentários:

  1. Verdade, aqui tudo acaba em pizza mesmo, já sabemos e nem esperamos mais que seja diferente né mesmo?
    Amei ler e saber um pouco mais da origem da pizza, aqui em casa eu as faço, ficam mais leves sem serem tão engordantes!
    Meus avós materno eram italianos, os paterno portugueses, meus filhos são bisnetos deles e netos de japonês com espanhola, imagine só a mistura que é o sangue deles, rsrs, sendo assim nada aqui em casa segue tradição alguma é misturada sem fim!
    Abraços meu amigo Dilmar, vamos vendo onde tudo isso vai dar, não se sabe?!

    ResponderEliminar
  2. Soneto-acróstico
    À pizzaria

    Pelo congresso do Planalto central
    Indene ao que pensam os eleitores
    Zunem no parlamento caras de pau
    Zoando do povão pelos corredores.

    Ali se faz certa CPI voltada pro mal
    Para aos políticos não infringir dores
    Assim mostrar seriedade superficial
    Rindo-se como comediantes atores.

    Agora a pizza de sempre foi servida
    Todos contemplados com um pedaço
    O pizaiolo quer é permanecer na lida.

    Decência que é bom, nem um traço
    Objetivo é apenas servir pizza pedida
    Se não gostar, pro gaiteiro um abraço!

    ResponderEliminar
  3. País da bota, não conheço,
    conheço sim, o da batota
    causa ao povo desassossego
    governado por um janota!

    Conheço a bolota,
    e também a batata doce
    também por ser torta
    conheço bem a foice.

    Conheço a pizza assim assim,
    porque muito a não aprecio
    embora não seja nada ruim
    não engraço com o seu feitio!

    Só isso nada mais, fico por aqui,
    da sua prosa em forma poética
    muito bem engendrada li.

    Boa noite e um bom dia de domingo,
    amigo Dilmar, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  4. rsss, gostei da aula do nascimento da pizza, mas sobretudo da "Pizzaria Brasil!" Nenhum lugar é mais apropriado do que no Centrão. Teríamos de estudar o cardápio: "Que tal uma ao molho da casa, pixuleco?"
    Abraços!

    ResponderEliminar
  5. Dilmar, obrigado pela lição sobre a origem da pizza, gostei, boa semana

    ResponderEliminar
  6. Olá Dilmar!
    Sempre nos trazendo textos vivos e bem humorados!!
    Adoro ler você!!

    Abraços!

    ResponderEliminar