terça-feira, 8 de março de 2016

INTELIGÊNCIA

Segundo alguns dicionários,  a palavra
inteligência é a capacidade individual
de leitura de termo não explicitado
em situações contextuais ou não
ou conjunto de faculdades mentais
- raciocínio, juízo, imaginação, etc... -

Capacidades as quais se depreende
inerentes aos adultos em graus diversos,
ou  em crianças a partir de determinado ponto,
entretanto, às vezes, somos surpreendidos
por pirralhos com capacidade cognitiva
a nos deixar, digamos,... admirados...

Pois outro dia, proclamei um velho amigo
contemporâneo, da minha turma, de jovem
e o netinho ao ouvir aquilo, mais  que depressa,
disse: ele, da tua idade, te chamando de jovem
é porque  não quer passar por homem velho

9 comentários:

  1. Acho que não somos velhos nunca! Somos pessoas que ao longo da vivência vai ficando mais sábio... mais inteligente e acima de tudo prático!
    Eu voltei, amigo poeta!
    Se desejar venha conhecer minha nova casa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que voltaste, amiga Malu. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  2. Amigo Dilmar, as crianças são incrivelmente inteligentes, elas podem ignorar, pois há ainda muito pela frente para aprenderem, mas como têm as cabecinhas sem preocupações, mostram suas observações!
    Amo poder aprender com elas!
    Abraços apertados, gostei do texto amigo Dilmar, a velhice nem sempre é ruim, é preciso ter inteligência para aceitá-la!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, as crianças sempre nos surpreendem. Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas, sei que terás, um lindo dia.


      Eliminar
  3. Amigo Dilmar, têm jovens tão velhos e velhos tão jovens!!! A velhice do corpo é a que menos conta; ou deveria contar. Mas aguentar a velhice do espírito não é fácil.
    Abraço, amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, cara amiga Tais, a velhice é uma contingência, e felizes daqueles que passam por essa fase com saúde e lucidez. Um abraço. Tenhas uma linda tarde.

      Eliminar
  4. Sempre com poemas baseados na actualidade e o passado, o que, adoro. Parabéns

    Uma noite feliz. Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. É assim, por aí sobra sapiência
    Ela é só o temos e o que somos
    Para encontra-la não há ciência
    Inteligência está onde a pomos.

    ResponderEliminar
  6. Há crianças que surpreende, nas suas "inteligentes" observações. Conheci um médico pediatra que registrou um imenso número de "tiradas inteligentes" de seu pacientes mirins e escreveu um lindo livro: "Criança diz cada coisa!". Esse médico, era também teatrólogo e chama-se Pedro Bloch. Esse interessante texto sobre inteligência, ressuscitou-me lembranças!
    Beijo!

    ResponderEliminar