A minha Lista de blogues

quinta-feira, 17 de março de 2016

SE FÔSSEMOS BONS!

As inverdades, as quais ouço
 desde sempre, constrangem-me:
"brasileiro, um  povo bom",
porque bondade é um luxo
inacessível aos espíritos fracos.
Bondade, apanágio dos santos
e destes ainda estamos distantes
quilômetros luzes...
Para atingir a bondade é necessário
e obrigatório, no mínimo do mínimo,
assimilar os  estágios intermediários
da solidariedade, da ética e da honestidade...

.

15 comentários:

  1. Quadrinha-acróstico

    Bando de espíritos fracos
    O que querem desta vida?
    Na certa encher os sacos
    Sem noção e sem medida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem noção, ultrapassaram todas as medidas, meu caro amigo poeta Jair. Um abração. Tenhas um ótimo fim de semana em terras australianas.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Pois é, Dilmar...Brasileiro um povo bom! Me intriga isso, em 'parte' o brasileiro é bom. O que vem a ser bom? Será que bom é ser simpático, alegre, povo acolhedor?
    'Povo' bom, pra mim, é ser ordeiro, trabalhador, honesto, pagar suas contas, trabalhar pela comunidade (também), e ter seus direitos, mas cumprir suas obrigações; povo bom é esquecer o a lei de Gerson. Não lesar o Estado nem o seu próximo. Não assaltar, não matar, não roubar. E de preferência não bancar o riquinho esnobando e dando valor demasiado às aparências. Povo bom é o que escolhe seus representantes com responsabilidade, e não visando trocas. Temos algumas coisas boas. Mas nada de excepcional. O brasileiro tem algo muito peculiar: tudo aqui é melhor! Estamos vendo... Eu diria que o povo brasileiro é um azarado em muitas coisas. Se fôssemos um povo com 'educação', mudaria esse meu conceito. Com certeza seríamos um povo bom.
    Abraços, meu amigo, um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perfeito vosso comentário, cara amiga Tais. Essa malfadada lei de Gerson estraga tudo. Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  4. Amigo Dilmar, difícil definir bondade, pois tanto a bondade quanto a maldade, mesmo em quantidade mínima, estão em nós, em todos nós, até sobre o fato de querer definir isso já é considerado bondade ou maldade,rsrs!
    Abraços meu amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois cara amiga Ivone, creio que teremos de evoluir muito para sermos bons.
      Um abração. Tenhas, sei que terás, um lindo fim de semana.

      Eliminar
  5. Se fossem bons, não eram ruins,
    porque, há quem não olhem a meios
    para atingir a qualquer custo os fins
    mesmo que tenha os bolsos bem cheios!

    Tenha um bom fim de semana, amigo Dilmar, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  6. Caro amigo Eduardo, obrigado pela visita. Um abraço da qui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  7. Meu Amigo.
    Estou com saudades a vida por vezes nos para
    só tendo muita força para superar obstáculos romper barreiras.
    Gilmar.
    A respeito do poema um recado verdadeiro.
    Estamos longe de atingir esse patamar falta
    muita coisa .
    Os ladrões da nossa nação estão deixando
    um Brasil de dor tristeza e desanimo.
    Um feliz Domingo.
    Abraços fraternos.
    Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Evanir, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um lindo domingo.

      Eliminar
  8. OI DILMAR!
    REALMENTE, ESTAMOS ANOS LUZ DA VERDADEIRA BONDADE QUE É AQUELA, QUANDO ATINGIMOS A CAPACIDADE DE PENSAR NO OUTRO, ANTES DE NÓS MESMOS.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Zilani, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um ótimo domingo.

      Eliminar
  9. Caro Dilmar,
    Gostei de sua posição, com a qual concordo inteiramente.
    Uma boa semana ao amigo.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. Caro Dilmar,
    Gostei de sua posição, com a qual concordo inteiramente.
    Uma boa semana ao amigo.
    Um abraço.

    ResponderEliminar