sexta-feira, 11 de março de 2016

O CAPETA

Meus amigos, minhas amigas, não levem estes  post
muito a sério , pois não pretendo ferir suscetibilidades.
Não tomem o texto ao pé da letra, pois trata-se apenas
de licença poética.



Reza a tradição, a lenda, que:
no começo tudo era correto
e havia somente o bom Deus.
Os  seres também  eram ótimos.
Mas um dia as boas  criaturas
quiseram conhecer o outro lado
e criaram o imperador  do mal,
e nomearam-no "O Renegado"´
Mas acharam que era pouco,
então inventaram codinomes:
diabo, capeta,  coisa-ruim,
cão,  capiroto, chifrudo, demo,
danado, dos quintos, excomungado,
satanás, tinhoso, satã, satanás...
Depois transformaram-no em deus,
deus das trevas...fundaram um império
e transferiram o inferno à dita criatura.

8 comentários:

  1. Muito bem!
    É assim que se identifica quem quer governar para, nos ceifar aos poucos! Gostei de ler
    ((desculpe se estiver fora de contexto, mas foi assim que o identifiquei)) :-)

    Beijo
    Bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

      Eliminar
  2. É meu amigo, o homem colhe o que planta. Como a maioria tem sofrido as consequências é sinal que a plantação do mal tem crescido e muito.

    Tudo é de acordo com o querer do homem: Veja isso! "A vinda desse perverso é segundo a ação de Satanás, com todo o poder, com sinais e com maravilhas enganadoras.

    Ele fará uso de todas as formas de engano da injustiça para os que estão perecendo, porquanto rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar.

    Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira,
    e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça".(2 Tessalonicenses 2:9-12)

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Meu querido amigo e poeta Dilmar, já dizia o poeta, o inferno é aqui, estamos pagando um preço muito caro, o diabo roubou os recursos da saúde, da educação...
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente verdade
    Inferno não é a guerra
    É aquela tal potestade
    Presente aqui na terra.

    ResponderEliminar
  5. Acróstico

    O povo tem que colocar boca na trombeta
    Coisas tenebrosas no ar por baixo do pano
    Aqui no Patropi onde se resolve na caneta
    Pode ser que o estrupício quase humano
    Este pois que está sendo acusado de treta
    Tentando se fazer passar por bom fulano
    Acabe mostrando ser ele um veraz capeta.

    ResponderEliminar
  6. rss, muito bom! Mas por enquanto eu só conheço um inferno que fica aqui mesmo nesse planeta! E está bem distribuído - em vários cantos para ninguém reclamar e falar que a miséria é pouca...
    Abraço, amigo Dilmar.

    ResponderEliminar
  7. Meu caro Dilmar,
    não tirando o mérito do poema, como arte, nem lhe querendo bulir na licença rrrrssss
    permito-me discordar, pois que tenho para mim, que nunca, nem no começo, tudo fosse óptimo e as criaturas boas. Acredito que a bondade não combina com a existência humana, porque a própria sobrevivência leva à luta, mais ou menos subjectiva e/ou metafórica, dependendo das circunstâncias e objectivos do ser.
    Uns, apenas lutam para sobreviver, outros lutam para sobrepor-se e alimentar seu egocentrismo megalómano. É uma questão de valores ;)
    Enfim, é o que temos.

    abraço amigo

    ResponderEliminar