terça-feira, 28 de julho de 2015

NÃO TEMOS TEMPO! SERÁ?

Certa feita uma amiga expôs,
em meio a uma discussão acalorada
sobre a disponibilidade do tempo
quando todos afirmavam categóricos
que por mais que se predispusessem
não conseguiam atender  as demandas
relacionadas às visitas pendentes
em circunstâncias dos compromissos
inerentes ao mecanismo da sobrevivência
que sempre se arranja um tempinho
quando intensificamos o interesse
em favor deste, desta ou daquele, daquela ...
Que o tempo é o mesmo para todos,
mas o que difere é o nível de comprometimento
afetivo, emocional, político, esquizofrênico...



11 comentários:

  1. Amigo Dilmar, somos nós que fazemos o nosso tempo, pra mim sempre dá, tenho tempo para tudo, amo poder ser eu mesma e estar por aqui lendo suas maravilhas, pensar é coisa que nem todos se dão mais ao trabalho, que pena, mas eu, nossa, assim como você, amo pensar!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga Ivone, obrigado pela honrosa visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, um lindo dia

      Eliminar
  2. Tempo

    Mas, que adianta litigar com destemor
    Contra o tempo, esse implacável tirano
    Que nos inflige desgaste, doença e dor
    E os pés torna mais lentos a cada ano?

    Se ignorarmos o tempo seremos felizes,
    Essa entidade que no jardim abre a flor
    Pois vamos cuidando de nossos narizes
    E deixemos esse ente correr pra onde for.

    Então, cuidemos para que a nossa vida
    Apesar do tempo e dos percalços, siga
    Porquanto sabemos que é rua só de ida.

    Apesar do que alguém por aí ainda diga
    Que o tempo é entidade doida, varrida
    E que ser produtivos sempre nos obriga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pela réplica poética de alto nível através deste bem construído soneto. Um abraço. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  3. "O tempo rasteja no telhado
    depois de se fazerem filhos e dívidas
    e as dúvidas brotarem nas frestas." - Lya Luft
    Meu querido amigo e poeta Dilmar o tempo, este senhor que nos governa, nos manda, nos estressa...e ele é o mesmo para todos...eu quanto menso tempo tenho, mais consigo produzir, fiquei de férias 30 dias e não fui capaz de escrever um post novo. Tempo, oh mágico tempo. Bom estar por aqu
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo Jair Machado, obrigado pelo comentário. Um abração. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  4. Sempre com boas leituras! Gostei de ler.

    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda tarde.

      Eliminar
  5. Certíssimo. Nós mandamos em nosso tempo, não ao contrário. Muita paz!

    ResponderEliminar
  6. Certíssimo. Nós mandamos em nosso tempo, não ao contrário. Muita paz!

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Dilmar.
    Não devemos assumir compromissos demais, durante muitos anos trabalhei de domingo a domingo, para poder me separar e continuar dando a minha filha o padrão de vida que ela estava acostumada, como tudo tem o preço não me sobrava tempo para nada , me afastei ate de todos os meus amigos, não tive vida social, emfim as vezes nós falta realmente tempo. Agora estava novamente me afundando em compromissos e lutando para ter um tempo para mim, parei e pensei muito, quem faz o nosso tempo é nós mesmos, devemos tomar consciência de que ter tempo também é lucro, pois a vida não é eterna. Um feliz fds meu amigo. Abraços.

    ResponderEliminar