sábado, 31 de dezembro de 2016

O TEMPO, AH, O TEMPO!


Se o  o tempo
é um corte na  eternidade,
um ano de nossa existência
é um  piscar de olhos do criador.
O Supremo,
que não teve início
nem terá fim,
não sabe o que é o tempo.
Portanto, tantas coisas
caras a nós, seres transicionais,
não têm nexo para o Altíssimo.
As passagens, as celebrações
são indiferentes à divindade,
porque o tempo
 é uma necessidade humana.



10 comentários:

  1. Se o tempo voltasse atrás!? Gostava, em certas coisas!!


    Que o NOVO ANO nos traga: Paz, amor, alegria, fraternidade, harmonia, sucesso, prosperidade, fé, e muita esperança... FELIZ 2017
    Abraço-o com carinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado por tudo. Um abraço daqui do sul do Brasil. Boas entradas e um ótimo ano.

      Eliminar
  2. Nós e o tempo

    Impassível, o tempo guarda as horas
    Certo ter sobre elas mando absoluto
    Impõe sobre nós os jás, os agoras
    E segue seu rumo reto, impoluto.

    Mas rememorar os fados de outrora
    Como para vive-los novamente
    Será como abrir caixa de Pandora
    Sem saber o que virá pela frente.

    Porque não importa o que sinta ou pense
    O tempo implacável não está nem aí
    Pois a vida pra ele, mero non sense.

    Nem mesmo quando a vida te sorri
    E sempre acha que tudo lhe pertence
    Tudo tira e nada dá para ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, meu caro amigo poeta Jair pela réplica poética. Boas entradas e um ótimo ano.

      Eliminar
  3. Boa noite caro amigo poeta Dilmar,
    Feliz Ano Novo com saúde e alegria
    eu, de Portugal, para você desejar
    de manhã nasce o sol que alumia
    tudo o que o poeta pode imaginar!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro amigo poeta Eduardo, obrigado pelo carinho e a amizade. Também desejo-te, daqui do sul do Brasil, um bom ano, repleto de saúde, paz e alegria.

      Eliminar
  4. Boa tarde Dilmar.
    Com certeza meu amigo, sabias palavras, como dizem o tempo vale ouro, saberemos aproveitar o tempo com sabedoria e viver cada minuto permitido por Deus. Um feliz 2017 para voce e toda familia. Forte abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara, brava, guerreira, amiga Mirtes, obrigado pela carinhosa. Um abração daqui do sul do Brasil e feliz e maravilhoso 2017

      Eliminar
  5. É bem como você disse, Dilmar, o tempo é uma necessidade, uma criação um tanto esquisita; cada ano tem 365 dias, o mês 30, a hora 60 minutos... E pensando com esse seu poema, que tempo é esse, como iniciou tudo isso? Eternidade? Vou procurar algo sobre isso...
    Abraços, amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Tais, obrigado pela visita. Dentre tantos pontos positivos da blogsfera, o incitar à pesquisa já me levou a passar bons momentos, indo de um tema a outro, porque o conhecimento quase nunca é estanque, já que as coisas, quase sempre, estão encadeadas umas às outras. Também já ocorreu de eu ler uma postagem ou um comentário e o assunto em questão me impulsionou a escrever um poema. Isso acontece, às vezes, de forma automática, assim meio como se eu houvesse canalizado uma mensagem mediúnica.
      Um abração e um bom ano para nós, para nossa Poa, para o nosso estado e para o nosso país. Ainda que nada melhore, se pensarmos sempre negativamente, ai mesmo que a vaca irá para o brejo.

      Eliminar