quarta-feira, 3 de novembro de 2010

SOCIEDADE BRAZUCA

Sabemos que as ordens iniciáticas existem
há muito tempo,
portanto, quase ninguém de conhecimento mediano
ignora a existência das sociedades secretas,
entre elas, a Maçonaria, Os Templarios, Os Illuminati...
Mas, o que muita gente sabe e não divulga
é a existência da sociedade secreta "Brazuca"
com sede no Distrito Federal
e cuja eficiência é testada
após as eleições presidenciais
com o preenchimento dos cargos
de primeiro, segundo e terceiro escalões...
E tais eventos nem sempre ocorrem
de maneira harmônica
como converia a clube fechado,
onde, teoricamente, seria norma
o rigor do Estatuto...
Mas como temos dito tantas vezes:
A perfeição não é deste mundo,
e este país... Ah, este país...

7 comentários:

  1. Bravo, bravo, bravo, meu querido Dilmar!!!
    A sociedade secreta que você nos revela, ainda vai dar pano para a manga, ah, vai...rs...
    Incluir correndo, a toque de caixa, o vice Michel Temer, no grupo de negociadores, é só o primeiro sapo que Sua Majestade Dilma I terá de engolir...
    Quem viver, verá...
    Abraço, meu amigo, cheio de gratidão pelas amáveis visitas que me tem feito!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela visita, amiga Zélia.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Quando é que você vai escrever algo que eu não goste? hehe...
    A vida é a caixinha de Pandora, adivinha quem é a a Pandora? Vou dar uma pista começa com D!

    "Maçonaria, Os Templarios, Os Illuminati..." São esses e outros mais que abrem a caixa!

    B-Jos.

    ResponderEliminar
  4. A mensagem lida nas entrelinhas, está bastante clara.
    E nas linhas, sobre a (im)perfeição, quem se atreverá a ripostar?

    L.B.

    ResponderEliminar
  5. Obrigado, amiga Priscilla. Acho que você gosta dos meus poemas, porque eles são escritos sempre de maneira simples, independente do tema.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  6. Amiga Lidia, obrigado pela sua visita. Pois é, nós, terráqueos, ainda estamos em um nível evolutivo baixo; somos pouco abnegados, pouco altruistas e pouco solidários e a classe política, preocupada consigo mesma, sempre pronta a tirar coelho da cartola.

    ResponderEliminar