terça-feira, 3 de novembro de 2015

POIS É!

Naquele tempo quando a prof
chamava a classe ao dever
a gente respondia unissono:
sim, prezada mestra!

Algumas décadas depois
a categoria estava nem ai
e contrafeita respondia:
vê se não enche!

Agora, cada um com seu celular
a navegar pelas rede todo tempo
quando compelidos às falas,
a reação é direta: vai à m...

11 comentários:

  1. É meu caro amigo e grande poeta Dilmar, tecnologia e o tempo, parece que se perdeu neste vácuo a educação, que não se tem mais em casa e o robo televisão dá as cartas...o que esperar dessa triste geração, munida de tecnologia e desprovida de educação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, meu caro amigo Jair Machado. Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  2. Amigo Dilmar, lamentavelmente está cada dia piorando o relacionamento entre professores e alunos, mesmo porque esses últimos fazem de tudo para gerar violência e filmando postam nas redes sociais, eis o que deu a alta tecnologia que, sabendo usar sempre nos é útil, mas do jeito que está só vai piorar.
    Agradeço todos os dias por ter passado boas coisas aos meus filhos, eles conseguiram bons cônjuges e cada qual estão passando aos seus, meus netos seguem a mesma linha da educação deles, pois tudo começa mesmo em casa, isso ainda posso dizer que, na minha família não caiu de moda, respeitar para ser respeitado, bem assim, simples assim!
    Amei ler seu poema/texto reflexivo, como sempre!
    Abraços e boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, concordo (difícil descordar do bom senso) contigo: educação começa em casa, a escola e o mundo a complementam.
      Um abração. Tenhas, sei que terás, uma linda semana.

      Eliminar
  3. Acróstico

    Pobres mestres desprezados assim
    Onde foi que errou esta sociedade?
    Inverte-se, boi é comido pelo capim
    Só navegar na Web, sem saciedade
    É a juventude viajando até o confim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, gostei da licença poética: o boi comido pelo capim, mas é isso mesmo. Esta é a nossa realidade.
      Um abraço. Tenhas uma ótima 4ª feira.

      Eliminar
  4. Muito bom! Havia muita educação, coisa que agora não há..
    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, a educação foi para o brejo! Obrigado pela visita. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  5. Ou um bofetão, como vi ontem; uma luta de Sumô!
    Cruzes, como era bom e saudável o respeito e o carinho que tínhamos!
    Jamais seria uma prof.Não teria temperamento para aguentar tudo isso.
    Muito bom!
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Tais, no nosso tempo era mestre ou mestra. Velhos dias, belos tempos!
      Obrigado pela vista. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  6. Sofro essa realidade na pele!

    Que delícia ler seus poemas ;-)

    ResponderEliminar