domingo, 8 de novembro de 2015

TEMPO, OBSERVADOR PRIVILEGIADO

É praxe afirmarmos
que determinado indivíduo
foi observador acurado
dos acontecimentos da época
que foi testemunha ocular
de uma fração temporal,
entretanto, nada, comparado
ao observador privilegiado,
por excelência, que tudo vê,
mas guarda consigo
os segredos acumulados:
o "Senhor Tempo"


14 comentários:

  1. Soneto-acróstico
    Tempo implacável

    O tempo, um observador privilegiado
    Tem tempo de sobra, para esse metiê
    Eternamente, ele sem tempo contado
    Manda no Planeta, em mim e em você.

    Pode o tempo tudo, em qualquer lado
    Observa o evidente e o que não se vê
    Um onipresente observador acurado
    Mete seu bedelho e não diz o porquê.

    Se, entretanto, mais tempo houvesse
    Em que observá-lo, pudéssemos nós
    Nem talvez assim teríamos sua messe.

    Há relativos ao tempo, os contras e prós
    O que toda gente também desconhece:
    Realça essa vida desatando-lhe os nós.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pela visita através desto belo soneto acróstico.
      Um abraço. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  2. Como sempre gostei do texto..

    Beijos
    Bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenahs uma linda semana.

      Eliminar
  3. O "Senhor Tempo", realmente nem sempre damos conta de seus segredos acumulados.
    O tempo tudo cura, tudo apaga, algumas vezes insiste em nos lembrar coisas que nem sempre queremos, mas com certeza ele é o senhor, "Senhor Tempo"!
    Amei ler aqui amigo Dilmar!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  4. Querida amiga Ivone, obrigado pela visita e obrigado pelo comentário. Um abração. Tenhas, sei que terás, uma linda semana.

    ResponderEliminar
  5. Dizem que o tempo ameniza as dores, ensina o bom viver, derrama mais sabedoria, ensina a solidariedade, exerce a compaixão, mostra o que é o amor e o perdão! Só não entendo como ninguém aprende! Ainda sobram muitos rancores, maldades, burrices, desamores e crueldades. E eu sempre pensei que o tempo era o senhor de todas as coisas... Louca para chegar à maturidade para me fartar de tudo, a mais não poder: e falta tanto!!
    Grande abraço, querido amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prezada amiga Tais, obrigado por vossas palavras tão bem concatenadas. Realmente, sobram no mundo tantos aspectos negativos, pois nossa evolução anda de maneira muito lenta.
      Um abração. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  6. Boa tarde Dimar.
    Meu amigo o Senhor Tempo faz milagre, Um belo texto. Uma feliz semana. Forte abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, querida e brava amiga Mirtes. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  7. Adorei a temática e a concretização do tempo, instantes dele, em versos!

    Beijos =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, amiga Nadine. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  8. O Senhor Tempo nos dá a oportunidade de buscar paz, através das experiências que vamos conquistando a cada poasso que Ele nos permite.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
  9. Caro amigo Élys, obrigado pela visita. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde.

    ResponderEliminar