segunda-feira, 30 de novembro de 2015

QUESTÃO DE HÁBITO

Hoje lembrei novamente do velho Raul,
criador de músicas para situações diversas,
mas no  momento,   o assunto em questão
trouxe-me à mente "Agora vou reclamar".
Lembrei, porque estão reivindicando
 coisas além da alçada do reclamante
Estão indignados com a versatilidade climática.
Gritam que setembro choveu mais da média
e outubro exagerou nos vendavais,
que agosto vestiu-se com o calor do verão,
mas em novembro o ar refrescou sobremaneira...
Acho que gastamos energia sem necessidade,
pois quero crer que o autor das demandas, o tempo,
é o executor neutro, que não pensa, não vê e não sabe...

15 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Quadrinha despretensiosa

    O executor tempo, neutro é não
    Tudo pensa, tudo sabe, tudo vê
    Somente para a nossa reflexão:
    Não liga para gente: eu ou você.

    ResponderEliminar
  3. Caro amigo poeta Jair, obrigado pela visita poética. Um abração. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  4. Verdade meu amigo e poeta Dilmar, reclamamos demais e não nos damos conta que independe de nós, e quando depende, fazemos tudo errado, tanto que estamos alterando o clima do planeta terra, a nossa sorte é Deus nos ama. Sempre bom estar aqui com o amigo.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo Jair Machado, obrigado por vossas palavras e pelo carinho amigo. Um abração. Tenhas uma ótima semana.

      Eliminar
  5. E assim vai o tempo.
    Gostei do seu texto!

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  6. Não adianta reclamar, é só energia perdida, o tempo está assim porque o homem interferiu na natureza, agora...Quem sabe ainda há como recuperar?!
    Abraços amigo Dilmar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, obrigado pela visita. Um abração. Tenhas, sei que terás, um lindo dia.

      Eliminar
  7. Oi, Dilmar!
    O tempo é assunto predileto para "engatar uma prosa"!
    E rende!
    Mas o tempo é senhor de si, como disseste!
    Beijo carinhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Jossara , o tema, realmente, dá pano para manga.
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  8. O mês de dezembro chegou e com ele vem
    as festas que tanto esperamos, que seja de
    realizações para todos, desejo que 2016 venha
    com alegria e muita paz, estarei de volta em janeiro
    Obrigado por partilhar comigo minhas postagens e agradeço
    sua amizade e carinho, Adoro estar sempre aqui bjuss de
    sempre*

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Rita, obrigado pela visita. Pois é, dezembro época de festas, daqui a pouco ano novo e lá vamos nós...
      Um abração. Desejo-te um lindo Natal e um ótimo e maravilhoso 2016.

      Eliminar
  9. O 'tempo' é o melhor assunto quando encontramos um vizinho (a) cheio de firulas no elevador. E para não ficar aquele ar 'pesado', com alguns ou com umas velhinhas centenárias, adivinha qual é o assunto?? Chuva, calor e frio - tudo fora de época! Se formos tocar em política e condomínio é bem capaz de sair briga! rss
    Grande abraço, Dilmar!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, cara amiga Tais, o tema do tempo dá muito pano pra manga.
      Obrigado pela visita. Um abração. Tenhas uma ótima 4ª feira.

      Eliminar