terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A SAUDADE É LEVE

Não sei de onde
 as crianças retiram
 frases espirituosas
e as  recitam convictas
da mensagem  expressa.
Nós, macacos velhos,
desconfiados  da   verbosidade,
às vezes, exageramos um  tanto
e enveredamos  um pouco,
para a falta de sensibilidade.
Pois, outro dia, um infante
ao ouvir meu lamento
sobre a dor da lembrança,
disse-me  de pronto:
tio. um dia  a dor passa
e além do mais,
a saudade é leve.


18 comentários:


  1. Saudade é um sentimento que aperta o coração por resgatar as coisas boas e significativas e que não voltam mais. É dororido sempre...Umas com intensidade maior.E jamais esquecidas. Que minhas saudades se acalmem e que calem; que me deixem viver na parte que me cabe neste louco latifúndio.

    Abraços, meu amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Corrigindo: DOLORIDO.
      Você tá coberto de razão, quando a saudade não toca no outro é leve e passa logo...

      Eliminar
    2. Perfeito, cara amiga Tais. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  2. Hum, palavras inspiradas, poéticas, cara amiga Tais. Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  3. Disse para o tio,
    é leve a saudade
    nisso eu acredito
    porque é verdade.

    Sem se saber,
    não se disfarça
    vai deixar de doer
    um dia a dor passa!

    Tenha um bom dia sem dores,
    caro amigo poeta Dilmar,
    porque a vida sendo assim
    sem dissabores a olhar
    no campo ou no jardim
    para as mais belas flores!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Eduardo, obrigado pela visita poética. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  4. Acróstico

    Sem dúvida, sabem mais que nós, elas
    As crianças, o mundo exergam bem
    Umas externam melhor suas trelas
    Deixam claro o menos óbvio também
    As suas expressões, no geral, belas
    Dizem na lata o que querem, porém
    E percebemos que não são balelas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Jair, obrigado pelo acróstico. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  5. Linda página, mostrando uma criança muito iluminada.
    Retorno de um tempo de férias. Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Élys, obrigado pela visita. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  6. Existe saudade que é tudo menos leve, lool. Gostei de ler

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita. Um abraço daqui do sul. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  7. Oi Dilmar!
    Eu amo conversa de criança! Todos os dias anoto alguma coisa sabia dita por alguma criança! É o olhar puro, simples! Como você diz, nós é que ficamos desconfiados!
    Beijo carinhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, amiga Jossara, papo de criança é muito legal. Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  8. Interessante forma de ver a saudade, só mesmo uma criança para ver assim a saudade.
    Um abraço
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, amiga Maria, acho que a palavra saudade talvez seja das mais usadas na poesia em língua portuguesa. Um abraço daqui do Brasil. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar
  9. Unos somos muy sensibles, y otros son insensibles total. El dolor de la nostalgia... ¡Que en realidad es cuando duele el alma! Y no es un dolor cualquiera! Mas el cuerpo, aguanto todo lo que le echen encima o casi todo....

    Un placer leerte, ya hacía mucho tiempo que no pasaba por aquí. Me ha encantado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marina, obrigado por vosso comentário, aqui neste modesto espaço. Também é um prazer receber vossa visita. Um abraço. Tenhas uma boa noite.

      Eliminar