terça-feira, 4 de outubro de 2016

FRANCISCA 04-10-1954 A 09-05-1960

 Francisca,
tua passagem
por     aqui
foi rápida.
Tua existência
foi um sopro,
um suspiro,
uma lembrança
de não existir
agora conosco.
Flor da manhã
que partiu cedo,
 mas teu perfume
o tempo não apaga.
Mana, tu és
a eterna saudade
em nossos corações.

18 comentários:

  1. Para Francisca

    Quando ela veio, estava primavera
    Uma pequerrucha, Francisca chamada
    Amada, principalmente então era
    Tornou-se uma princezinha de cada
    Repleta de mimos e abraços a vera
    Ouvia o seu mano, apaixonada.

    Desígnios, porém, não são quimera
    Eles definem a nossa jornada.

    Onde houver vida, haverá um final
    Um vivente, um dia, morte abraça
    Toda vida tem desfecho, afinal
    Utopia não existe, morte a embaça
    Breve, a vida pode ser especial
    Repleta de carinho e de graça
    O que, por certo, é bom, não mau.

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo poeta Jair, obrigado pelo poema em memória de Francisca, eterna princesinha.
    Um abração.

    ResponderEliminar
  3. Amigo Dilmar, sua querida irmãzinha passou e deixou essa linda lembrança, seu nome não foi por acaso, já que hoje é dia de São Francisco, ela faria aniversário, mas deve estar lá no mundo espiritual feliz com a linda lembrança, a Vida é eterna!
    Não sei se foi sua única irmã, eu tenho só um irmão que amo muito nem posso pensar em um dia ele ir e eu ficar, pois nos amamos muito, amor de irmão consanguíneo é muito forte mesmo, é além da vida!
    Abraços apertados meu querido amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Ivone, faço parte de uma família grande; somos 6 irmãos. Somos três vivos. Três já partiram. A mana desencarnou com 5 anos e dois irmãos partiram com 21 e 45 anos respectivamente. Francisca morreu em maio de 1960, mas em junho de 1961 nasceu a Fátima. Mais um nome religioso, pois minha mãe era extremamente católica, daí saiu a opção dos nomes da filhas. Quanto aos homens foi nomes profanos, hajam vistas,: Dilmar,Volmar, José e Cláudio.
      Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas, sei que terás, uma linda tarde.

      Eliminar
  4. Ah... como entendo! A dor, a saudade não dá uma trégua sequer. É dureza, meu amigo, com essa dor ninguém se acostuma.
    Fique bem, amigo.Temos de continuar, não?
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Taís, a saudade, a lembrança de quem parte cedo é eterna. Obrigado pelo carinho. Um abraço. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigado Nadine. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  6. Francisca chegou,
    quando era pequenina
    por cá algum tempo andou
    quando partiu deixou
    saudade que nunca finda!

    Boa noite amigo Dilmar, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Eduardo, obrigado pelo carinho de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo dia.

      Eliminar
  7. Lindo emocionante!

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pelo carinho de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  8. E é tão bonito quando a gente entende a simplicidade no conviver!


    abraço, Poeta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho Margoh. Um abraço. Tenhas um lindo dia.

      Eliminar
  9. Te envio m blog por si deseas visitarlo gracias.

    ‌https://anna-historias.blogspot.com.es/2016/09/tempesta-destiu.html?m=1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Anna. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Cara amiga Janice, obrigado pelo carinho. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

      Eliminar