quarta-feira, 26 de outubro de 2016

JÁ É TEMPO

Li  ontem em algum lugar:
Somos milhões de Cunhas
Comentei com conhecidos
e alguns    riram bastante,
mas confesso: me senti mal,
constrangido e  sem   graça
porque a frase faz sentido,
porque já passou  da   hora
de pormos vergonha na cara,
porque já passou da  hora
de andar   na    contramão
porque já   passou da hora
de pôr a mão na consciência
porque já passou  da   hora
da conivência com  o roubo
Passou da hora, mas ainda
é tempo de limpar a casa.
Se adicionarmos uma grama
de honestidade, regularmente,
no   nosso  cardápio    diário,
ela, por   certo, irá   adquirir
anticorpos ao canto da sereias,
se transformará com o tempo
numa     árvore      imponente,
irredutível aos ventos corruptos.






11 comentários:

  1. Enquanto o povo não se conscientizar, continuará a conivência.
    Belo texto. Bom dia e um xero daqui de Recife.

    ResponderEliminar
  2. Cara amiga Nádia, é isso mesmo, precisamos, todos nós, mudarmos.
    Um abraço. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar
  3. Sempre com belos textos, muito assertivos!

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Cidália, obrigado pela visita de além-mar. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde/noite.

      Eliminar
  4. Já é tempo do tempo, no tempo,
    parar, para a gente no tempo ter
    mais tempo para no tempo pensar
    sem que no tempo tenhamos de sofrer.
    Vamos devagar não a correr,
    não vale a pena ter pressa de chegar
    porque o futuro nos há-de dizer
    para onde é que devemos caminhar.
    O mundo está de tal maneira
    de pantanas sem,talvez, saber
    porque há tanta roubalheira
    já não por onde escolher!
    Só não vê quem não quer ver,
    há muito mais ainda, do que isso
    eles tentam esconder a fronha
    a maioria deles vive no paraíso
    os políticos não tem vergonha!

    Boa tarde amigo Dilmar, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Eduardo, obrigado pela visita poética. Realmente, os políticos perderam a vergonha. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde/noite.

      Eliminar
  5. Acróstico

    Já é tempo, minha gente
    Álacres, pormos verdade
    É vital neste presente
    Tanto pela honestidade
    E não pra ser diferente
    Muita gente a rua invade
    Pois embora argumente
    O melhor vem da vontade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo poeta Jair, obrigado pela réplica poética. Um abraço. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  6. Já é tempo... concordo com você! Tolerância deve ter limite! "Roubei" e publiquei lá (rs) no rosachoqueeoutrascores.blogspot.com
    Boa noite!! Abraços e um beijo daqui, caro amigo!
    Obrigada!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Aparecida, obrigado pela visita. Perfeito não podemos tolerar a corrupção. Um abraço daqui do sul. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
    2. Amiga Aparecida, obrigado pela visita. Perfeito não podemos tolerar a corrupção. Um abraço daqui do sul. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar