segunda-feira, 31 de outubro de 2016

VOZ E VEZ

Se existe o eterno derrotado
nesta existência
esse ente, com certeza,
é o voto  branco.
Maquiavel disse, há quinhentos anos:
"Política é a arte de enganar"
por consequência, numa eleição
o vencedor do pleito, certamente,
é aquele que mente melhor.
Já o voto branco, coitado,
decente, sincero por natureza,
não possui moeda de troca,
não sabe mentir!
No dia da enganação,
aquele quadradinho branco da urna,
solicita com humildade:
vota em mim!
Entretanto, poucos houvem-no.
Ah, certa feita, criticaram
o grande Lupicínio Rodrigues:
- "Você não tem voz!"
Mas o autor do hino do "Imortal"
não se deu por vencido e retrucou:
- "Não tenho voz, mas tenho vez"...
Já o voto  branco nem isso!


14 comentários:

  1. Seja qual for o teor do texto. É sempre agradável ler.

    Beijo e uma maravilhosa semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara amiga Cidália, obrigado pela visita portuguesa, com certeza. Um abração daqui do sul do trópico (com chuva, começou agora). Tenhas uma linda tarde.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Acróstico

    Veja, em branco eu não sufrago
    O meu voto nem de negro será
    Zoando do eleitor com afago
    Eles querem só toma lá da cá
    Voz dos votos nulos causa estrago
    E é o melhor protesto que há
    Zoemos para vermos cargo vago.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo Jair, obrigado pela visita acróstica. Um abraço. Tenhas uma boa tarde. Aqui começou chover.

      Eliminar
  4. Voz e vez, de quando em vez,
    lá aparece mais um hilariante
    neste mundo que Deus fez
    com o sol quente e brilhante!

    Voto branco, não ajuda,
    para manter a democracia
    porque beneficia a ditadura
    a qual ao pobre causa azia!

    "Política é a arte de enganar"
    porque o povo é que consente
    saiba com inteligência lutar
    para ser tratado como gente!

    Contra os barões marchar,
    enfrentando a tempestade
    para viver em continuar
    neste mundo com dignidade!

    Tenha uma boa tardem caro amigo poeta Dilmar,um abraço do Eduardo,
    cidadão deste pais amigo do Brasil, que se chama Portugal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro amigo, poeta, da pátria de Fernando Pessoa - meu ídolo -, obrigado pela visita poética. Um abração daqui do trópico. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, Maria. Um abraço. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  6. Pois é, Dilmar, democracia nas 'obrigada'! Muito estranho...
    Será que o clima no Brasil é de festa? Tá difícil de entender. Acho que ainda não.
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, amiga! Obrigado pela visita. Um abraço. Tenhas uma boa tarde. Está chovendo, mas é uma chuva bem tranquila, né?

      Eliminar
  7. Fecho contigo Dilmar, quanto ao voto branco e tudo o mais, inclusive o que disse o nosso Lupi, um dos gênios da música brasileira.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, meu caro Pedro. Realmente, Lupi foi um grande cara. Algo interessante nele é que apesar de ter pouca escola (parece que possuía somente o antigo curso primário) as letras de suas músicas são bem elaboradas.
      Um abraço. Tenhas uma boa tarde.

      Eliminar
  8. Pois é . Uma arte tão nobre mas que serve para mentir
    O pior é as vezes parece que é mais fácil andar enganado , será ?
    Boa noite

    ResponderEliminar